Inscrições do Encceja Nacional começam nesta segunda (7)

encceja

As inscrições para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2017 começam nesta segunda-feira, (07) e terminam em 18 de agosto, às 23h59.  As inscrições para o Encceja Nacional são gratuitas; O sistema de inscrições estará disponível no portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).
O Encceja é direcionado aos jovens e adultos residentes no Brasil ou no exterior que não tiveram a oportunidade de concluir os estudos em idade apropriada. Os participantes que buscam certificação do ensino fundamental precisam ter, no mínimo, 15 anos completos na data de realização do exame. Aqueles que pleiteiam certificação do ensino médio devem ter, no mínimo, 18 anos completos.
Mudança
O Inep anunciou no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira, 3, alteração na data de aplicação do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2017. A prova ocorrerá em 22 de outubro, e não mais em 8 de outubro, como anunciado anteriormente. A retificação do edital também contempla regras da aplicação – o participante não poderá levar o caderno de questões ao término da prova.
A publicação contém outras mudanças. As secretarias estaduais de educação, listadas no Anexo II do edital, utilizarão os resultados individuais do Encceja para a certificação de conclusão do ensino fundamental e do ensino médio. Já os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, também enumerados no Anexo II do edital, vão usar os resultados individuais da avaliação somente para a certificação do ensino médio.

Estudantes apresentam projetos de Ciências e Tecnologia na Campus Party 2017

campus party estudantes

Os estudantes da rede estadual de ensino irão apesentar projetos de iniciação científica desenvolvidos em sala de aula durante a Campus Party 2017, que acontece, pela primeira vez em Salvador, de 9 a 13 de agosto, na Arena Fonte Nova. O evento, que, neste ano, também terá edições em Portugal, Itália, Singapura e África do Sul, é a maior experiência tecnológica do mundo e reúne jovens geeks em um festival voltado para temáticas de inovação, ciências, criatividade, empreendedorismo e entretenimento. A Campus Party conta atualmente com 524.743 mil campuseiros cadastrados em todo mundo e receberá 2.024 estudantes de Salvador, Região Metropolitana e do interior do Estado.
O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, fala da importância da participação dos estudantes. “Vamos ter a oportunidade de mostrar o que nós já praticamos hoje em sala de aula, nos nossos centros e escolas, pois temos várias experiências, inclusive na área de robótica, realidade virtual e o desenvolvimento de aplicativos, e até a junção da arte com a tecnologia, que é outra coisa que nós temos de forma bem acentuada. Portanto, é importante para a nossa turma também interagir com outras experiências e dar conhecimento daquilo que eles já praticam”, afirma.
Pinheiro, que também é senador licenciado, ressalta a importância da realização da Campus Party na Bahia. “Esse é um evento que eu, particularmente, acompanho há muitos anos por conta da minha área de atuação profissional e no próprio Legislativo. Para Bahia é importante, porque vai ao encontro de todo um trabalho que vem sendo desenvolvido pelo Estado, a partir da Ciência e Tecnologia, como o Parque Tecnológico e o Cimatec Industrial, porque a gente mostra o que avançou. Muito mais do que um evento, é a discussão de todo um padrão de mudanças de comportamento, inclusive já presente nas nossas escolas, com a criação de startups e cursos de empreendedorismo. A tecnologia tem que ser sempre ferramenta. O mais importante para a educação é o conteúdo e a Campus Party nos possibilita a isso: conhecer o que está sendo pensado por esta juventude, e o desafio de expressar sua criatividade, habilidades e competências”, explica.
Os projetos que estarão em exposição na Arena Fonte Nova foram criados pelos estudantes no âmbito do Programa Ciência na Escola (PCE) e da Educação Profissional e Tecnológica. Dentre os projetos, destacam-se o “Ecoturismo”, um aplicativo para tabletes e celulares desenvolvido pela estudante Jéssica Batista, do Centro Estadual de Educação Profissional em Gestão e Tecnologia da Informação Regis Pacheco (CEEP), localizado em Jequié, que tem como finalidade ajudar turistas e visitantes do município na identificação dos pontos turísticos. Já o “Capacete salva-vidas”, criado pelo estudante Marcelo Pinto, do Colégio Polivalente de Conceição do Coité, inviabiliza o acionamento de motos sem o uso de capacete.
A Campus Party também contará com exibição de vídeos das ações desenvolvidas pela Secretaria e exposição de projetos do Centro Juvenil de Ciência e Cultura (CJCC) de Salvador, a exemplo do Simulador de Voo, no qual os participantes podem ter a sensação de realismo ao pilotar uma aeronave e do jogo eletrônico de nutrição “Choices”. No totem do Instituto Anísio Teixeira (IAT), os participantes vão poder navegar na plataforma do instituto e visualizar vídeos.
Para promover uma maior interação com o público, alguns estudantes do Centro Juvenil circularão pelo evento fantasiados de gladiadores com armaduras feitas de material reciclado, conhecidos como Cosplays. Outros 75 estudantes, participantes da Olimpíada Brasileira de Robótica 2017, ficarão acampados durante o evento para competir na maratona de programação conhecida como Hackathon “Desafios Bahia”, em busca de soluções inovadoras, através de tecnologias digitais.
Confira a programação que terá a participação dos estudantes da rede estadual:
Dia 09 – Abertura: 19h
Dia 10 – Projetos:
- “Óleo bivolatil para hidratação da pele extraído da casca da laranja” – Centro Territorial de Educação Profissional do Extremo Sul (CETEP) – Teixeira de Freitas. Horário: 10h às 16h.
- “Produção de etanol a partir do bagaço da manga” – Centro Territorial de Educação Profissional do Extremo Sul (CETEP) – Teixeira de Freitas. Horário: 10h às 16h.
- “Ecoturismo” – Centro Estadual de Educação Profissional em Gestão e Tecnologia da Informação Regis Pacheco (CEEP) – Jequié. Horário: 16h às 22h.
Dia 11 – Projetos:
- “Choices” jogo sobre nutrição – Centro Juvenil de Ciência e Cultura (CJCC) de Salvador. Horário: 10h às 16h.
- “Inteligência Artificial” – Centro Juvenil de Ciência e Cultura (CJCC) de Salvador. Horário: 16h às 22h.
Dia 12 – Projetos:
“Biomassa de banana verde como fonte alternativa de alimentação” – Centro Territorial de Educação Profissional da Bacia do Rio Corrente (CETEP) – Barreiras. Horário: 10h às 16h.
“Capacete salva-vidas” – Colégio Polivalente de Conceição do Coité – Conceição do Coité. Horário: 16h às 22h.
Dia 13 – Encerramento:
- Resultado e premiação da maratona de jogos Hackathon. Horário: 10h às 12.

Bahia terá curso de licenciatura em Música na modalidade EaD

neojiba orquestra

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC), a Universidade do Estado da Bahia (Uneb) e o Núcleo Estadual de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia (Neojiba) vão lançar o Programa Especial de Licenciatura em Música, na modalidade Educação a Distância (EaD). A graduação é fruto de convênio entre as instituições e teve o seu encaminhamento para a oferta do curso finalizado na última quarta-feira (2), em reunião realizada na Reitoria da universidade, no Campus I, em Salvador.
As primeiras turmas da licenciatura serão ofertadas no semestre 2018.1, com 60 vagas oferecidas para a cidade de Salvador; 30 para Irecê; 30 para Caetité; 30 para Senhor do Bonfim e 30 para Teixeira de Freitas. Segundo o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, o novo curso faz parte da ampliação da oferta de graduação na modalidade de Educação à Distância. “Com isso vamos ampliando a cobertura do estado, levando cursos de graduação para localidades que ainda não possuem este tipo de oferta. A Secretaria vem estimulando justamente este tipo de parceria, com o envolvimento das nossas universidades estaduais”, destaca.
O edital de seleção será lançado no fim do mês de agosto. O processo seletivo para o curso, coordenado pela universidade, irá acontecer no próximo mês de outubro. As etapas e os critérios avaliativos serão divulgados pelo edital. A oferta da graduação foi autorizada pela Resolução n° 1282/2017 do Conselho Universitária (Consu) da UNEB, após deliberação do seu conselho pleno.

Escolha dos livros aprovados pelo PNLD 2018 começa dia 21 de agosto

entrega-de-fardas-e-livros-002

O MEC publicou, no Diário Oficial da União desta quarta-feira, 2, o resultado final do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) 2018. Ao todo, 97 coleções foram aprovadas por professores, coordenadores pedagógicos e diretores de escolas públicas de todo o país.
As escolas terão duas semanas para avaliar o material aprovado nas diferentes disciplinas e escolher as coleções que mais se adaptam ao seu contexto. “Voltado ao ensino médio, o PNLD 2018 avaliou 166 coleções de 12 componentes curriculares diferentes”, informa a coordenadora-feral de Materiais Didáticos da Secretaria de Educação Básica (SEB), Tassiana Cunha Carvalho. “As obras serão disponibilizadas para consulta e para a escolha das escolas a partir do próximo dia 21. ”
A avaliação foi feita por meio de uma parceria entre o MEC e 11 universidades. Com exceção de uma instituição, que ficou responsável por dois componentes, as demais avaliaram, uma disciplina cada. Este ano, foram aprovadas 58% das coleções. Das 72 obras reprovadas, 22 foram objeto de recursos e três tiveram seus resultados revertidos.
A distribuição dos livros se dará em conjunto pelo MEC, as editoras das obras e os Correios. Segundo Tassiana Carvalho, o material vai chegar às escolas no começo do ano letivo de 2018, devendo as obras escolhidas serem distribuídas entre janeiro e fevereiro.
Acesso 
O material selecionado estará disponível no Guia Digital PNLD 2018 e nos portais do MEC e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Em 2018, os professores e diretores terão acesso ao conteúdo de todas as obras aprovadas por meio desse guia. Diretores e secretarias de educação de todo o país receberão uma chave de acesso para cada escola e, durante o período de escolha, os envolvidos poderão analisar, na íntegra, o conteúdo da obra. “A medida democratiza o acesso às opções disponíveis e qualifica o processo de escolha a partir do contato com o livro”, avalia Tassiana Cunha Carvalho.
Programa
O PNLD distribui, em todas as escolas públicas da educação básica, livros didáticos e acervos de obras literárias, obras complementares e dicionários para uso do professor e do aluno em sala de aula. A cada ano, o programa atende a uma parte da educação básica: educação infantil, anos iniciais e anos finais do ensino fundamental e ensino médio. A cada três ou quatro anos, governo federal repõe as obras faltantes nas escolas, renovando todo o conjunto dos livros, de forma a atualizar os conteúdos.
A partir de 2019, os livros dos anos iniciais serão consumíveis, ou seja, todos os volumes do primeiro ao quinto ano passarão a ser do aluno, que não precisa devolvê-los no fim do ano letivo. A mudança permitirá a melhora do processo de avaliação durante a execução do programa.
Projetos
Outro avanço é que os professores da educação infantil e de educação física passarão a compor o PNLD, recebendo livros pela primeira vez. Também serão criados livros de projetos integradores para auxiliar os professores e alunos a trabalharem os componentes curriculares de forma integrada.
Além de prover as escolas públicas com livros didáticos e acervos de obras literárias, obras complementares e dicionários para as escolas públicas de educação básica das redes de ensino federal, estaduais, municipais e do Distrito Federal, o novo PNLD também distribuirá softwares e jogos educacionais, bem como outros materiais de apoio à prática pedagógica.
De 2019 em diante, o programa será executado em ciclos de quatro anos e não mais de três. Com isso, do ponto de vista orçamentário, a escala da compra por um período maior oferece mais economia. A reposição para um ciclo maior está sendo estudada pelo MEC junto ao Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Universitários beneficiados pelo Partiu Estágio começam a estagiar nas escolas e no NTE de Vitória da Conquista

partiu estágio uilton nte 20

Os estudantes universitários beneficiários pelo Programa Partiu Estágio, do Governo do Estado, já começaram a estagiar nas escolas estaduais e nos Núcleos Territoriais de Educação (NTE). Desde o lançamento do projeto, em abril deste ano, já foram convocados mais de 4 mil jovens para estagiar no serviço público em toda a Bahia. O Núcleo de Vitória da Conquista (NTE 20) recebeu 29 estagiários e o núcleo de Itabuna (NTE 05) recebeu seis universitários, que já foram designados para os seus locais de estágio.
Para o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, “o Programa Partiu Estágio se integra a uma política de governo que gera oportunidades para os jovens baianos, assim como os programas Primeiro Emprego e o Mais Futuro. Portanto, são políticas públicas que comprovam a prioridade que o Governo do Estado vem dando para apoiar a formação profissional e a inserção destes jovens no mundo do trabalho”, afirmou.
A estudante de Direito da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), Thainá dos Santos, 22, comemora a oportunidade. “Estou trabalhando na Ouvidoria daqui do NTE de Vitória da Conquista e estou gostando muito de auxiliar nos processos administrativos e atender demandas do setor”, revela, animada com o estágio.
Para Uilton Silva, 34, que faz licenciatura em Geografia na UESB, estagiar na coordenação pedagógica do NTE de Vitória da Conquista vai ampliar seus conhecimentos. “Estou bastante empolgado porque estou tendo contato com vários projetos desenvolvidos nas escolas estaduais da região e essa experiência vai acrescentar muito na minha formação enquanto professor de Geografia”, destaca.
20170801_095339
Sobre o programa
O Partiu Estágio é uma iniciativa da administração estadual baiana que garante acesso às oportunidades de estágio a jovens universitários de instituições federais, estaduais e privadas da Bahia, que ainda não conseguiram se inserir no mercado de trabalho. É prioritário para estudantes inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e para aqueles que tenham estudado todo o Ensino Médio em escola pública ou com bolsa integral na rede privada.

Secretaria da Educação realiza nova convocação de aprovados na seleção REDA

reda provas

 Secretaria da Educação do Estado publicou no Diário Oficial do Estado (DOE), desta quinta-feira (3), uma nova relação de convocados do processo seletivo simplificado em Regime Especial de Direito Administrativo (REDA). Estão sendo convocados 22 aprovados, por ordem de classificação, para as funções de professor da Educação Básica. Para estas funções, também foi feita convocação de 304 aprovados no último sábado (29/7). A convocação do DOE de hoje inclui, ainda, 685 aprovados para a função de técnico nível médio/mediador do Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (EMITec).
Veja as listas de convocados:
Para o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, “o EMITec tem a proeza de chegar aos lugares mais longínquos da Bahia, levando a Educação a povoados e distritos onde nem carro chega. A convocação destes profissionais é fundamental, porque eles fazem a mediação entre os alunos e os professores que estão nos estúdios do EMITEc, no Instituto Anísio Teixeira. Com isso, vamos fortalecer ainda mais este programa”, afirma Pinheiro.
Os convocados pelo Diário Oficial desta quinta-feira têm um prazo de 10 dias úteis, a partir de hoje, para comparecer aos Núcleos Territoriais de Educação (NTE) aos quais pertencem os municípios para quais foram aprovados. É preciso levar uma série de documentos, dentre eles, originais e cópias do CPF, Identidade, certidão de nascimento e de casamento, se for o caso, e da carteira de trabalho.
Nova seleção 
A Secretaria da Educação do Estado também publicou no Diário Oficial desta quinta-feira (3), período de inscrições para o novo processo seletivo simplificado, pelo REDA, para a função temporária de professor da Educação Profissional. São ofertadas 25 vagas para Centros de Educação Profissional nos municípios de Wagner, Arataca, Ipiaú, Prado e Medeiros Neto. A seleção acontecerá em uma única etapa, por avaliação curricular, que levará em conta a experiência profissional e cursos sequenciais de extensão e pós-graduação. A inscrição é gratuita e pode ser feita, via internet, pelo site seleção.ba.gov.br, no período de 14 a 21 de agosto. A remuneração é de R$ 2.814,28, com direito a auxílio refeição e auxílio-transporte, se houver linha cadastrada e regulada pela AGERBA.

Quarta turma do Partiu Estágio deve se apresentar até 8 de agosto

partiu-estagio

Os estudantes universitários convocados para a quarta turma do Programa Partiu Estágio devem ficar atentos. O prazo para entrega de documentos e apresentação nos órgãos onde irão estagiar termina na próxima terça-feira, dia 8 de agosto. De acordo com a nova lista, 297 estudantes foram convocados pelo e-mail informado durante a inscrição. Desde o lançamento do projeto, em abril deste ano, já foram convocados 4.224 jovens para estagiarem no serviço público.
O programa é uma iniciativa da administração estadual baiana que garante acesso a oportunidades de estágio aos jovens universitários de instituições federais, estaduais e privadas da Bahia que ainda não conseguiram se inserir no mercado de trabalho. É prioritário para estudantes inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e para aqueles que tenham estudado todo o ensino médio em escola pública ou com bolsa integral na rede privada.
Para assegurar o estágio no Governo do Estado é preciso que o estudante apresente a documentação, como descrito em edital. Ainda de acordo com o edital, o estudante que não se apresentar no órgão ou entidade dentro do prazo estipulado perderá a vaga de estágio.
Confira abaixo a lista de documentos necessários:
- Comprovante de residência
- Original e cópia da Carteira de Identidade
- Original e cópia do Cadastro de Pessoa Física – CPF
- Original e cópia de carteira de identidade do representante legal ou do termo de guarda expedida por autoridade judicial, se for o caso
- Declaração da instituição de ensino informando o semestre letivo, o turno de estudo, o curso de formação e sua natureza presencial e a conclusão de, no mínimo, 50% do curso
- Comprovante de matrícula e frequência na instituição de ensino
- Declaração própria de que não exerce atividade remunerada em órgão público
- Original e cópia do título de eleitor, se for o caso
- Original e cópia do certificado de reservista, se for o caso
- Carteira de Trabalho e Previdência Social – CTPS
- Comprovação de inscrição no CadÚnico, se for o caso
- Histórico escolar do Ensino Médio
- Declaração da escola em que cursou o ensino médio, como bolsista integral, se for o caso
- E-mail convocatório emitido pelo sistema

Confira o resultado final do Mediotec

educação profissional medio tec

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia divulgou, nesta terça-feira (2), o resultado final do Mediotec.  As oportunidades tratam de um nova oferta de curso técnico de nível médio  na rede estadual de ensino, por meio do qual os estudantes matriculados no 2º ano ou 3º ano do Ensino Médio poderão fazer o curso técnico no turno oposto aos quais fazem o ensino regular.
O programa é uma ação do Ministério da Educação, no âmbito do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). O objetivo é proporcionar aos estudantes uma formação profissional e ampliar as chances de inserção no mundo do trabalho, seja com o emprego formal ou por meio do empreendedorismo. Entre os cursos ofertados estão os técnicos em: Agronegócios, Agroecologia, Agroindústria, Administração, Aquicultura, Hospedagem, Guia de Turismo, Teatro, Canto, Dança, Eventos, Cenografia, Instrumento Musical, Agenciamento de Viagem, Pesca, Recursos Pesqueiros, Controle Ambiental, Cozinha, Zootecnia, Computadores, Telecomunicações, Redes de Computadores, Informática, Artesanato, Museologia, Controle Ambiental, Qualidade, Automação Industrial, Produção de Áudio e Vídeo.
Confira o resultado

Primeira turma convocada para o programa Partiu Estágio se apresenta no Núcleo de Educação 20

20170801_095339

Estudantes universitários inscritos no Programa Partiu Estágio do Governo do Estado se apresentaram nesta terça-feira (01/8), no Núcleo Territorial de Educação 20 (NTE 20). Os 29 convocados nesta primeira etapa farão estágio em unidades escolares do território de Vitória da Conquista e na sede do Núcleo Territorial.   De acordo com a Secretaria da Educação, desde o lançamento do projeto, em abril deste ano, já foram convocados 4.224 jovens para estagiarem no serviço público em toda a Bahia.

Desde o dia (26/7) o Governo do Estado está convocando a quarta turma de universitários inscritos no Programa Partiu Estágio. De acordo com a nova lista, 297 estudantes, sendo que 11 para Vitória da Conquista,  deverão se apresentar ao órgão ou entidade em que irão estagiar, dentro do prazo de dez dias úteis.

O programa é uma iniciativa da administração estadual baiana que garante acesso à oportunidades de estágio a jovens universitários de instituições federais, estaduais e privadas da Bahia que ainda não conseguiram se inserir no mercado de trabalho. É prioritário para estudantes inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e para aqueles que tenham estudado todo o ensino médio em escola pública ou com bolsa integral na rede privada.

Os integrantes da quarta turma do Partiu Estágio foram convocados por meio do e-mail cadastrado no momento de sua inscrição no programa. Para assegurar o estágio no Governo do Estado, é preciso que o estudante apresente a documentação. De acordo com o edital do programa, o estudante que não apresentar a documentação exigida, ou não se apresentar ao órgão ou entidade no prazo estipulado, perderá a vaga de estágio.

Confira abaixo a lista de documentos necessários:

 

- Comprovante de residência

- Original e cópia da Carteira de Identidade

- Original e cópia do Cadastro de Pessoa Física – CPF

- Original e cópia de carteira de identidade do representante legal ou do termo de guarda expedida por autoridade judicial, se for o caso

- Declaração da instituição de ensino informando o semestre letivo, o turno de estudo, o curso de formação e sua natureza presencial e a conclusão de, no mínimo, 50% do curso

- Comprovante de matrícula e frequência na instituição de ensino

- Declaração própria de que não exerce atividade remunerada em órgão público

- Original e cópia do título de eleitor, se for o caso

- Original e cópia do certificado de reservista, se for o caso

- Carteira de Trabalho e Previdência Social – CTPS

- Comprovação de inscrição no CadÚnico, se for o caso

- Histórico escolar do Ensino Médio

- Declaração da escola em que cursou o ensino médio, como bolsista integral, se for o caso

Clique aqui para ver a lista da quarta convocação.pdf

 

20170801_094711

Fonte: Secretaria da Educação do Estado da Bahia

Secretaria disponibiliza mais de 5 mil conteúdos via web que auxiliam na preparação para o ENEM

enem ferramentas sec

Os estudantes da rede estadual têm mais uma ferramenta de auxílio na preparação para as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), que acontecem nos dias 5 e 12 de novembro. Além das aulas e projetos realizados nas unidades escolares focados na avaliação, o aluno tem à sua disposição uma série de conteúdos digitais educacionais abrigados no Ambiente Educacional Web, no Portal da Educação, da Secretaria da Educação do Estado. São mais de 5 mil conteúdos, entre vídeos, imagens, áudios, textos, planilhas e sequências didáticas, de diversos assuntos, que podem ser utilizados de forma gratuita por estudantes e professores.
Para os interessados, a plataforma trata-se de um ambiente pedagógico multidisciplinar que reúne, além dos conteúdos digitais, ambientes de apoio com jogos, plataformas e softwares educacionais, blog do Professor Web, assim como programas desenvolvidos pela TV Anísio Teixeira. Os estudantes também podem acessar as vídeo-aulas do programa do Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (EMITec), que abordam temas diferentes de diversas disciplinas e que dialogam com os assuntos das avaliações. O EMITec conta com aulas produzidas diariamente e transmitidas via internet, em tempo real, para alunos de áreas remotas da Bahia.
Segundo o coordenador da Rede Anísio Teixeira, que gerencia o Ambiente Educacional Web, Yuri Wanderley, o espaço possibilita que, por meio de filtros, o estudante encontre com facilidade os assuntos que o interessa. “Aquele que acessar o ambiente vai poder encontrar os conteúdos digitais por disciplinas, temas transversais ou tipos de conteúdo, o que facilita no momento de procurar temas ligados ao ENEM”, explicou. Yuri ainda destaca que pelo Ambiente Educacional o aluno pode encontrar outras plataformas. “Qualquer portal ou site de qualidade que seja gratuito é disponibilizado o link para que o estudante também possa ter outras opções para acompanhar nos estudos”, afirma.
Para o professor e produtor de conteúdo, Ródson Souza, o espaço tem um grande diferencial para o estudante. “O aluno pode encontrar o mesmo assunto apresentado de diversas linguagens e isso é muito importante porque ele pode buscar aquele que melhor se adapta ao seu aprendizado. Além ainda, de ser uma boa fonte de recursos para os próprios professores trabalharem em sala de aula”, destaca.