Etapas territoriais dos projetos estudantis agitam a cena cultural em várias cidades do interior

projetos estruturantes eurides

Os estudantes das escolas estaduais vinculadas aos Núcleos Territoriais de Educação  de Itabuna (NTE 05), Alagoinhas (NTE 18), Jacobina (NTE 16), Vitória da Conquista (NTE 20) e Jequié (NTE 22) participam, durante esta semana, das etapas territoriais dos projetos de arte e cultura promovidos pela Secretaria da Educação do Estado. As apresentações de música, dança, teatro, de audiovisuais e arte patrimonial promovem o protagonismo estudantil e agitam a cena cultural das cidades que sediam as atividades.
Os projetos de arte e cultura são: Tempos de Arte Literária (TAL); Artes Visuais Estudantis (AVE); Festival Estudantil de Teatro (FESTE); Festival Anual da Canção Estudantil (FACE), Encontro de Corais Estudantis (ENCANTE); Dança Estudantil (DANCE), Educação Patrimonial e Artística (EPA) e Produção de Vídeos Estudantis (PROVE).
Nesta segunda-feira (26), em Alagoinhas, foram realizadas a culminância e a premiação do projeto PROVE, com a exibição de 16 curtas-metragens produzidos pelos estudantes das escolas pertencentes ao núcleo. Já nesta terça-feira (27), às 8h, no Centro de Cultura, serão realizadas as apresentações e premiações dos projetos FESTE, DANCE e FACE.
O estudante Isaque nas Neves Santos, 16, 2º ano, do Centro Integrado de Educação do Conde, participou do PROVE pela primeira vez e conquistou o primeiro lugar com o seu curta ‘Meu medo’, filmado por um celular, que aborda a depressão. “Estou muito feliz com o resultado. Sou apaixonado por cinema desde criança e ter meu vídeo exibido em uma sala de cinema é muito gratificante, pois foi além da expectativa”, disse o estudante, que participou de uma oficina audiovisual na escola para se inscrever no projeto.
No município de Jequié (368 km da capital) também foram realizadas, nesta segunda-feira, as etapas territoriais dos projetos TAL, PROVE, EPA E FESTE, do NTE 22. A atividade, no auditório do Centro Estadual de Educação Profissional CEEP Régis Pacheco, continua nesta terça-feira (27), com as apresentações dos projetos DANCE, FACE e ENCANTE. A exposição das obras do projeto AVE ocorre nos dois dias.
Região Sul – Nesta quarta-feira (28), às 14h, no Centro de Convenções de Ilhéus (a 311 km da capital), serão realizadas as apresentações das 15 canções finalistas do projeto FACE, com a participação de 32 escolas do Núcleo de Itabuna (NTE 05). Na oportunidade, também serão premiados os estudantes finalistas dos demais projetos artísticos e culturais.
Na quinta-feira (29), os estudantes das escolas dos Núcleo de Vitória da Conquista (NTE 20) participarão do 7° Encontro Territorial Estudantil, no Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, em Vitória da Conquista (519 km de Salvador). Antes disso, na quarta (28), os estudantes participarão dos últimos preparativos com oficinas de dança, música e poesia.

Começa hoje (26) a renovação da matrícula na rede estadual de ensino

renovacao-de-matricula 2018 2

 

Começa hoje (26) e segue até o dia 17 de dezembro o período de renovação da matrícula para os estudantes da rede estadual de ensino, que frequentaram regularmente o ano letivo 2018. A renovação poderá ser feita presencialmente nas escolas e, também, pelo sistema online da Secretaria da Educação do Estado, que estará disponível no Portal da Educação.
Para renovar a matrícula, a unidade escolar entregará aos estudantes uma carta de renovação, que deverá ser devolvida, obrigatoriamente, à Secretaria Escolar, mediante protocolo, sob pena de o aluno perder a vaga na unidade escolar onde estudou em 2018. Quando a escola em que o aluno está regularmente matriculado em 2018 não oferecer a série subsequente para o ano letivo de 2019, o estudante receberá uma carta informativa com um código para fazer sua matrícula pela internet, no dia 22 de janeiro de 2019. Esta data é reservada à transferência de estudantes da rede estadual de ensino, que também poderá ser feita presencialmente em qualquer escola da rede estadual.
Educação Inclusiva - A pré-matrícula do estudante com necessidade educacional especial, ou seja, aquele aluno com deficiência, transtorno global do desenvolvimento e/ou altas habilidades/superdotação, com ou sem diagnóstico comprovado, será realizada apenas via internet, nos dias 29 e 30 de novembro.  Para a inscrição na pré-matrícula, todos os campos de cadastro devem ser preenchidos. O estudante inscrito na pré-matrícula terá sua matrícula efetivada, somente, após a entrega da documentação na unidade escolar indicada no cadastro, no dia 31 de janeiro de 2019.
Já o calendário de matrícula para o ano letivo de 2019 será de 22 a 29 de janeiro de 2019. Uma novidade é que a apresentação do cartão de vacina dos estudantes até 18 anos de idade se tornará obrigatório no ato da matrícula, mesmo não se tornando impedimento para que o ato aconteça. O calendário escolar do ano letivo de 2019 começará no dia 11 de fevereiro e termina no dia 16 de dezembro. Os Núcleos Territoriais de Educação (NTE) poderão apresentar à Secretaria da Educação do Estado um calendário Escolar diferenciado e que considere as peculiaridades locais, inclusive climáticas, culturais e econômicas das regiões. O mesmo pode acontecer com as escolas indígenas, quilombolas e do campo, considerando as atividades produtivas e socioculturais das suas comunidades. Em ambos os casos, o ano letivo terá carga horária mínima anual de 800  horas, distribuídas em 200 dias de efetivo trabalho escolar, excluído o tempo reservado a avaliação final.

>> Acesse aqui o link para consultar código para matrícula ou renovação pela Internet

Abertas inscrições para o Programa Missão Pedagógica no Parlamento 2019

parlamento jovem 2018

Estão abertas até 3 de dezembro as inscrições para o Programa Missão Pedagógica no Parlamento 2019. A ação é promovida pela Câmara dos Deputados com o objetivo de promover a capacitação em educação para a democracia. Podem participar professores, coordenadores, orientadores pedagógicos e diretores de escolas públicas de todo o país.
O ingresso no Missão Pedagógica no Parlamento 2019 se dá por meio da participação no curso “Educação para Democracia e o Parlamento”. São oferecidas 16 vagas por estado, totalizando 432 vagas. A inscrição no curso é feita por formulário eletrônico e as vagas são preenchidas por sorteio. Participarão do Programa Missão Pedagógica no Parlamento os 54 educadores com melhores desempenhos no curso a distância, sendo dois por estado.
O Missão Pedagógica no Parlamento é dividido em dois módulos: Encontro Presencial de 40 horas, que será realizado em Brasília, e Módulo de Aplicação na modalidade de educação a distância, de 50 horas. O programa contempla duas trilhas de aprendizagem para oportunizar o aprendizado sobre cidadania, política, democracia e Poder Legislativo de forma contextualizada e reflexiva e o aprendizado de conceitos e metodologias para a atuação como agente de ações de educação para democracia nas comunidades escolares.
O Encontro Presencial aborda conhecimentos relacionados à democracia e representação, processo de produção das leis, participação do cidadão, conceitos de educação para democracia e letramento político, o papel da escola para a formação democrática e cidadã, e experiências de projetos pedagógicos de intervenção inspiradores. A Câmara dos Deputados arca com as despesas de transporte, hospedagem e alimentação para a participação dos selecionados no Encontro Presencial, em Brasília. Já no Módulo de Aplicação abordada a construção e a aplicação de projetos pedagógicos de educação para democracia no contexto escolar.
Certificado de participação - Os educadores que concluem o programa com êxito recebem certificado emitido pelo Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento da Câmara dos Deputados (CEFOR) com carga horária de 130 horas. Os educadores que forem aprovados no curso “Educação para Democracia e o Parlamento”, mas não forem selecionados para participar do Missão Pedagógica no Parlamento, receberão certificado com carga horária de 40 horas.

Começa segunda-feira a renovação da matrícula na rede estadual de ensino

renovacao-de-matricula 2018 2

Começa na próxima segunda-feira (26) e segue até o dia 17 de dezembro o período de renovação da matrícula para os estudantes da rede estadual de ensino, que frequentaram regularmente o ano letivo 2018. A renovação poderá ser feita presencialmente nas escolas e, também, pelo sistema online da Secretaria da Educação do Estado, que estará disponível no Portal da Educação.
Para renovar a matrícula, a unidade escolar entregará aos estudantes uma carta de renovação, que deverá ser devolvida, obrigatoriamente, à Secretaria Escolar, mediante protocolo, sob pena de o aluno perder a vaga na unidade escolar onde estudou em 2018. Quando a escola em que o aluno está regularmente matriculado em 2018 não oferecer a série subsequente para o ano letivo de 2019, o estudante receberá uma carta informativa com um código para fazer sua matrícula pela internet, no dia 22 de janeiro de 2019. Esta data é reservada à transferência de estudantes da rede estadual de ensino, que também poderá ser feita presencialmente em qualquer escola da rede estadual.
Educação Inclusiva – A pré-matrícula do estudante com necessidade educacional especial, ou seja, aquele aluno com deficiência, transtorno global do desenvolvimento e/ou altas habilidades/superdotação, com ou sem diagnóstico comprovado, será realizada apenas via internet, nos dias 29 e 30 de novembro.  Para a inscrição na pré-matrícula, todos os campos de cadastro devem ser preenchidos. O estudante inscrito na pré-matrícula terá sua matrícula efetivada, somente, após a entrega da documentação na unidade escolar indicada no cadastro, no dia 31 de janeiro de 2019.
Já o calendário de matrícula para o ano letivo de 2019 será de 22 a 29 de janeiro de 2019. Uma novidade é que a apresentação do cartão de vacina dos estudantes até 18 anos de idade se tornará obrigatório no ato da matrícula, mesmo não se tornando impedimento para que o ato aconteça. O calendário escolar do ano letivo de 2019 começará no dia 11 de fevereiro e termina no dia 16 de dezembro. Os Núcleos Territoriais de Educação (NTE) poderão apresentar à Secretaria da Educação do Estado um calendário Escolar diferenciado e que considere as peculiaridades locais, inclusive climáticas, culturais e econômicas das regiões. O mesmo pode acontecer com as escolas indígenas, quilombolas e do campo, considerando as atividades produtivas e socioculturais das suas comunidades. Em ambos os casos, o ano letivo terá carga horária mínima anual de 800  horas, distribuídas em 200 dias de efetivo trabalho escolar, excluído o tempo reservado a avaliação final.

Secretaria da Educação do Estado divulga resultado do concurso de vídeo Saúde na Escola

concurso video saude na escola resultado

 

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia divulgou, nesta terça-feira (20), o resultado do concurso de vídeo educativo Saúde na Escola, destinado a estudantes da rede estadual de ensino. A iniciativa tem o objetivo de promover a reflexão sobre a temática entre os estudantes e professores, além de estimular ações de prevenção e promoção à saúde na escola. Os estudantes selecionados receberão de premiação máquinas fotográficas digitais.
Ao todo, foram selecionados sete vídeos em curta-metragem, com até cinco minutos de duração, sobre as temáticas:  Prevenção às Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST); Controle do Aedes aegypti e Prevenção às Arboviroses (Dengue, Chikungunya, Zika, entre outros); Prevenção ao uso de Álcool, Tabaco e outras Drogas, Promoção à Alimentação Saudável; Promoção da Saúde Ambiental e Sustentabilidade Socioambiental; Promoção a Cultura de Paz; Respeito à vida. Foram contemplados 14 estudantes e sete professores.
Confira os nomes dos ganhadores:
- Prevenção às Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST)
Estudantes: Vitoria Nunes Maia e Thaiane Alves da Silva
Professor: Aldemir Dias Godrim
CETEP – Bacia do rio Corrente
Santa Maria da Vitória  – NTE 23
- Controle do Aedes aegypti e Prevenção às Arboviroses (Dengue, Chikungunya, Zika, entre outros)
Estudantes: Neadia Kelly Souza Santos e Danilo Santos Lima
Professor: Aldemir Dias Godrim
CETEP – Bacia do rio Corrente
Santa Maria da Vitória  – NTE 23
- Prevenção ao uso de álcool, tabaco e outras drogas
Estudantes: Diego Silveira Menezes e Maxuel Fontes Correia Santos
Professor: Adelson Menezes dos Santos
Colégio Estadual Presidente Médici
Itabuna – NTE 05
- Promoção à cultura de paz
Estudantes: Hebert Nogueira dos Santos e Damaris Santos Vieira
Professor: Leandro Ferraz da Mota
Colégio Estadual Edvaldo Flores
Maetinga – NTE 20
- Promoção da Saúde Ambiental e Sustentabilidade Socioambiental
Estudantes: Andrena Graziela Borges Santiago e Yara Veiga Lima
Professora: Aline Maria Silva Pereira
Colégio Estadual Getúlio Vargas
Brumado – NTE 13
- Promoção à alimentação saudável
Estudantes: Lynda beatriz Souza do Nascimento e Breno de Oliveira Nascimento
Professor: Maurício Bonifácio
Colégio Estadual José Moreira Cordeiro
Cordeiro – NTE 20
- Respeito à vida
Estudantes: Arthur Antones Simões Meira e Breno do Carmo Lopes
Professora: Ana Paula Macedo silva
Colégio Estadual Isaias Alves
Poções – NTE 20

Secretaria divulga período de renovação de matrícula na rede estadual de ensino

renovação matricula 2019

 

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia divulgou no Diário Oficial a portaria que regulamenta todos os procedimentos de matrícula. A renovação da matrícula para os estudantes da rede estadual de ensino poderá ser feitas presencialmente nas escolas e, também, pelo sistema online.
De acordo com a portaria, a renovação da matrícula do estudante que frequentou regularmente o ano letivo 2018, acontecerá de 26 de novembro a 17 de dezembro de 2018. Para renovar a matrícula, a unidade escolar entregará aos estudantes uma carta de renovação, que deverá ser devolvida, obrigatoriamente, à Secretaria Escolar, mediante protocolo, sob pena de o aluno perder a vaga na unidade escolar onde estudou em 2018.
Quando a escola em que o aluno está regularmente matriculado em 2018 não oferecer a série subsequente para o ano letivo de 2019, o estudante receberá uma carta informativa com um código para fazer sua matrícula pela internet, no dia 22 de janeiro de 2019. Esta data é reservada à transferência de estudantes da rede estadual de ensino, que também poderá ser feita presencialmente em qualquer escola da rede estadual.
Educação Inclusiva
A portaria também estabelece que a pré-matrícula do estudante com necessidade educacional especial, ou seja, aquele aluno com deficiência, transtorno global do desenvolvimento e/ou altas habilidades/superdotação, com ou sem diagnóstico comprovado, será realizada apenas via internet, nos dias 29 e 30 de novembro.  Para a inscrição na pré-matrícula, todos os campos de cadastro devem ser preenchidos. O estudante inscrito na pré-matrícula terá sua matrícula efetivada, somente, após a entrega da documentação na unidade escolar indicada no cadastro, no dia 31 de janeiro de 2019.
A portaria também estabelece o calendário de matrícula para o ano letivo de 2019, que será de 22 a 29 de janeiro de 2019. Uma novidade é que a apresentação do cartão de vacina dos estudantes até 18 anos de idade se tornará obrigatório no ato da matrícula, mesmo não se tornando impedimento para que o ato aconteça.
A portaria estabelece, ainda, o calendário escolar do ano letivo de 2019, que começará no dia 11 de fevereiro e termina no dia 16 de dezembro. Os Núcleos Territoriais de Educação (NTE) poderão apresentar à Secretaria da Educação do Estado um calendário Escolar diferenciado e que considere as peculiaridades locais, inclusive climáticas, culturais e econômicas das regiões. O mesmo pode acontecer com as escolas indígenas, quilombolas e do campo, considerando as atividades produtivas e socioculturais das suas comunidades. Em ambos os casos, o ano letivo terá carga horária mínima anual de 800  horas, distribuídas em 200 dias de efetivo trabalho escolar, excluído o tempo reservado a avaliação final.

Estudantes apresentam suas criações em culminâncias dos projetos de arte e cultura

ave

 

As etapas territoriais dos projetos estruturantes de arte e cultura da rede estadual estão ocorrendo nos Núcleos Territoriais de Educação (NTEs) localizados em todo o estado. São criações em diferentes linguagens como música, artes plásticas, teatro, dança, canto coral, poesia e outras que tratam de temáticas relacionadas ao cotidiano e percepções dos estudantes.
Os projetos de arte e cultura são: Tempos de Arte Literária (TAL); Artes Visuais Estudantis (AVE); Festival Estudantil de Teatro (FESTE); Festival Anual da Canção Estudantil (FACE), Encontro de Corais Estudantis (ENCANTE); Dança Estudantil (DANCE), Educação Patrimonial e Artística (EPA) e Produção de Vídeos Estudantis (PROVE).
Nesta quarta-feira (14), o Núcleo Territorial de Educação do Sudoeste (NTE 20), realiza  a exposição do projeto Artes Visuais Estudantis (AVE), no 2º piso do Shopping Conquista Center. As obras dos estudantes foram elaboradas a partir de diferentes técnicas. Os trabalhos serão apreciados por pessoas da nossa comunidade e  avaliados por um jurado técnico presente. Os quatro finalistas vão representar  o NTE 20 na etapa final em Salvador.
Os demais projetos do NTE 20, como o FESTE, FACE, TAL e DANCE serão apresentados no final do mês de novembro, no Colégio Modelo Luis Eduardo Magalhães, em Vitória da Conquista. Já os projetos ENCANTE, PROVE e EPA, estão em processo de avaliação pela equipe julgadora.

Termina nesta terça-feira a consulta pública para a construção coletiva do novo Currículo Bahia

curriculo bahia

 

Termina, nesta terça-feira (13), a consulta pública para a construção coletiva do novo Currículo Bahia, referente às Educações Infantil e Fundamental, que está sendo promovida pela Secretaria da Educação do Estado. As contribuições estão sendo realizadas presencialmente, por meio de Seminário Territoriais, e pelo Portal da Educação. Podem participar professores, estudantes e gestores das redes públicas e privada, além de representantes de diferentes instituições educacionais e da sociedade civil, de modo a contextualizar os diversos componentes curriculares com a realidade baiana e os conteúdos educacionais trazidos pela Base Nacional Curricular Comum (BNCC).
As contribuições passarão por uma avaliação e servirão para a construção da versão final do Currículo Bahia. No Portal, estão sendo disponibilizados textos introdutórios dos componentes curriculares, organizações curriculares, além de textos integradores ao currículo voltados a questões como Territorialidade, Educação Socioambiental, Educação Inclusiva e Diversidade, para orientar na formulação das contribuições.
O superintendente de Políticas para a Educação Básica do Estado, Ney Campello, destacou a importância das contribuições dos educadores, estudantes e sociedade civil. “O nosso compromisso é de que no dia 10 de dezembro façamos a entrega ao Conselho de Educação da Bahia de uma proposta curricular diferenciada, que atenda às perspectivas dos estudantes e que seja capaz de promover a qualidade na oferta associada ao Ensino Médio. A intenção é que, entendendo a educação como um processo integral e integrado, esta mudança no currículo do Ensino Fundamental, repercuta na formação do aluno que chega no Ensino Médio, para que ele tenha continuidade no seu percurso formativo”, ressaltou.
BNCC
A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) é um documento de caráter normativo que define o conjunto orgânico e progressivo de aprendizagens essenciais que todos os alunos devem desenvolver ao longo das etapas e modalidades da Educação Básica. A Base deve nortear os currículos dos sistemas e redes de ensino das unidades federativas, como também as propostas pedagógicas de todas as escolas públicas e privadas de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio, em todo o Brasil.

Estudantes concluem otimistas as provas do ENEM

enem segundo dia

 

Concentração e cálculos foram as tônicas para os estudantes que fizeram, neste domingo (11), o segundo e último dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Em todo o Brasil foram aplicadas as avaliações de Matemática e suas Tecnologias e Ciências da Natureza e suas Tecnologias. Agora os estudantes estão na expectativa da divulgação dos gabaritos e dos cadernos de questões, no dia 14, e principalmente dos resultados individuais no dia 18 de janeiro de 2019.
Estudantes da rede estadual que fizeram a prova estão confiantes. É o caso de Francine da Silva, 18 anos, 3ª ano do Colégio Estadual Mestre Paulo dos Anjos, no Bairro da Paz, em Salvador. “Estou empolgada, fiz boas provas. Pretendo entrar no curso de Letras, que é a minha grande paixão. Quando penso no meu futuro profissional, só me vejo atuando nessa área. Não sei ainda se quero ser professora, pesquisadora ou tradutora. A minha expectativa, agora, é passar no ENEM com pontos suficientes para fazer o curso na UFBA, que soube ser o melhor. Tenho perspectiva de me tornar uma profissional dedicada e competente”.
A estudante Emille Santos, 18, 3º ano do Colégio Estadual Rômulo Almeida, no bairro do Imbuí, também está esperançosa. “Gostei das provas, estou com muita esperança. Quero entrar para o curso de Publicidade e Propaganda, que é meu grande sonho desde que descobri a profissão em uma feira sobre vocação profissional, realizada na minha escola. Pesquisei muito sobre a carreira e, apesar das dificuldades do mercado, esta é a minha opção. Pretendo me dedicar muito no curso que vier a passar para ser considerada uma publicitária respeitada na praça”.
Primeira etapa 
A Bahia teve a menor taxa de abstenções na primeira fase do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) realizada no domingo (4), desde o ano de 2009. O Estado  registrou 23,5% de ausências, ou seja 93.646 pessoas, o que representa uma taxa menor do que a média nacional, que foi de 24,9%. A Bahia teve 398.492 inscritos, sendo o terceiro Estado com maior número de habilitados às provas em todo o país junto com São Paulo e Minas Gerais, sendo que entre os três foi o que teve a menor taxa de abstenção.

Seminário dos 35 anos do Instituto Anísio Teixeira terá renomados palestrantes

iat joao-augusto-rocha Nos próximos dias 12, 13 e 14 de novembro o Instituto Anísio Teixeira – IAT promoverá um importante Seminário para celebrar os seus 35 anos de fundação. O evento, que homenageará o professor Edivaldo Boaventura como seu idealizador, terá uma vasta programação com mesas redondas, palestras, oficinas, workshops, exibição de vídeo, cerimônia de premiação dos vencedores dos concursos “Prêmio IAT de Redação” e de “Socialização de Práticas Inovadoras” (comunicações orais), além de exposição fotográfica e apresentações culturais.

Distribuída durante os três dias, a programação prevê debates de importantes temáticas, como: As Contribuições do Instituto Anísio Teixeira para a Educação no Estado da Bahia, com Alfredo Matta (Ufba), Marcelo Farias Pinheiro (NTE-27) e Ana Cristina Rangel (IAT); Educação a Distância e Tecnologias Educacionais, com Leticia Machado dos Santos (IAT) e Geraldo Seara (IAT); Formação Continuada de Professores: (Re)pensar os Processos Pedagógicos numa Perspectiva da Educação Contemporânea, com Andreia Maria Pereira de Oliveira (Ufba), Marize Souza Carvalho (Ufba) e Luís Márcio Santos Farias (Ufba); Anísio Teixeira: vida, obra e contribuições para a educação contemporânea, com os professores João Augusto Rocha (Ufba), Maridaura Leda de Almeida Vita (Escola Parque) e Iracy Silva Picanço (Ufba).

Outro ponto importante do evento são as palestras com temáticas, como: Aspectos relacionados aos processos de ensino: aprendizagem por meio das metodologias ativas, com Charbel Niño El-Hani (Ufba); A Evolução da Educação no Brasil, com Roberto Sidnei Alves Macedo (Ufba); legado de Anísio Teixeira para a Educação e as Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TDIC), com Yuri Wanderley Bastos (Ufba).

Atual diretor do IAT, Matheus Barreto Gomes destaca a importância da programação para celebrar os 35 anos de fundação do órgão. “Nossa preocupação era fechar uma programação que estivesse à altura do evento. Creio que, com a participação de educadores e pesquisadores renomados em todo o Estado, nós estamos atendendo a essa expectativa”, disse o diretor.

Histórico

O Instituto Anísio Teixeira foi fundado no dia 01 de junho de 1983, durante a gestão do governador João Durval Carneiro. O seu inspirador foi o Dr. Edivaldo Machado Boaventura, que era o Secretário de Educação da época. O primeiro diretor foi Hildérico Pinheiro de Oliveira, professor que havia trabalhado com o mestre Anísio Teixeira, patrono do órgão.

O foco inicial do IAT foi desenvolver estudos e pesquisas, que tinham como objetivo levantar dados para dar suporte aos professores e proporcionar a melhoria do ensino público na Bahia. A partir do início da década de 90, com a construção do Centro de Aperfeiçoamento de Professores, o foco passou a ser o de treinamento e aperfeiçoamento dos profissionais de educação da rede pública estadual. Ao longo desses 35 anos, milhares de professores foram treinados, inclusive com parcerias com diversas universidades da Bahia e de outros estados.

Hoje, o órgão tem dado continuidade à política de formação de professores e experimentação de projetos, além de incentivar o desenvolvimento de pesquisas na área educacional.

Como chegar ao IAT

O Instituto Anísio Teixeiratambém conhecido por IATestá localizado na Estrada da Muriçoca, s/n, próximo ao Colégio Salesiano, Salvador/Ba. Quem vem do centro, segue a Av. Luís Viana Filho (Paralela) e faz o retorno no viaduto antes do Shopping Paralela, depois entra logo após a Faculdade Jorge Amado. Outra opção é entrar pelo viaduto de Pituaçu, seguir até o Ponto Alto e pegar a Estrada da Muriçoca.

Contatos: (71) 3116-9024/ 9003 / 3366-0193

Baixe a programação completa do Seminário

 

 

Fonte: Secretaria da Educação do Estado da Bahia