Secretaria da Educação do Estado mobiliza estudantes para inscrições no SISU

enem aula

A Secretaria da Educação do Estado está  mobilizando os estudantes concluintes do Ensino Médio para que se inscrevam no Sistema de Seleção Unificada (SISU), que acontece no período de 22 a 25 de janeiro. É através do SISU, do Ministério da Educação, que as instituições públicas de Ensino Superior oferecem vagas a candidatos a partir das notas do Ensino Nacional do Ensino Médio (ENEM). Para tanto, ações de sensibilização serão promovidas neste final do ano letivo para que os estudantes possam utilizar o sistema e buscar ingressar nos diferentes cursos ofertados por instituições baianas, a exemplo das universidades estaduais (UESC, UEFS, UNEB e UESB) e das federais, como a Universidade Federal da Bahia (UFBA).

De acordo com o superintendente de Políticas para a Educação Básica do Estado, Ney Campello, técnicos da Educação, em parceria com representantes de instituições como a UFBA, visitarão turmas do 3º ano do Ensino Médio nas escolas estaduais para socializar informações sobre esta via de acesso ao Ensino Superior. “Diferentemente do que muita gente pensa, existem vagas de acesso às universidades em cursos bastante concorridos como é o caso de Medicina e que poderiam ser preenchidas pelo SISU. Então, é fundamental que os nossos estudantes acessem o SISU, se inscrevam, acompanhem as notas de corte, o resultado final e a lista de aprovados. Isso também acaba sendo um estímulo a mais para que os estudantes compreendam a importância dos estudos no Ensino Médio e da preparação para o ENEM”, destacou o superintendente.

ENEM 100% - Segundo o superintendente, a sensibilização para o SISU fortalece o projeto ENEM 100%, ação estratégica da Secretaria que amplia a preparação dos estudantes para o exame e compreende etapas como: mobilização nas unidades escolares, inscrição e registro dos inscritos e fortalecimento das aprendizagens com o ciclo de Aulões.  Além disso, a Secretaria da Educação do Estado disponibiliza mais de seis mil conteúdos digitais educacionais no Ambiente Educacional Web, no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br). São conteúdos de todas as disciplinas das áreas de conhecimento e de todos os níveis de ensino, produzidos e/ou catalogados por educadores da Rede Anísio Teixeira.

Saiba mais sobre o SISU: http://sisu.mec.gov.br/

 

 

 

Fonte: Secretaria da Educação do Estado da Bahia

Secretaria entregará documento referência para o Currículo Bahia

curriculo bahia 2

 

A Secretaria da Educação do Estado entregará, nesta segunda-feira (10), ao Conselho Estadual de Educação, um currículo de referência para o Estado da Bahia nas etapas de Educação Infantil e de Ensino Fundamental, à luz da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). A entrega do documento acontecerá durante a 19ª Reunião dos Conselhos de Educação da Bahia, que prossegue até terça (11), na Universidade do Estado da Bahia (UNEB), no bairro do Cabula, em Salvador.
O currículo terá a proposição de novas competências e habilidades associadas às expectativas e demandas da infância, adolescência e juventude do século XXI. O processo de elaboração do documento de referência começou com o apoio de consultores e redatores. Além disso, foi constituído um comitê de governança com várias instituições, como o Conselho Estadual de Educação (CEE) e a União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação (UNCME), que funcionou durante todo o ano. A Secretaria da Educação do Estado também realizou consulta pública para colher sugestões dos diferentes segmentos e recebeu mais de 200 mil contribuições.
O superintendente de Políticas para a Educação Básica da Secretaria da Educação, Ney Campello, explica que a implementação será progressiva para todas as redes de ensino. Ele destaca a importância desta construção e do regime de colaboração entre Estado e municípios. “Esta construção coletiva comprova que o Estado permanece tão atento e responsável com o Ensino Fundamental que entregará este valioso documento para ser implementado nas escolas e isso mostra que o Estado continua corresponsável por esta etapa de ensino”, completa Ney Campello.
Reunião do Conselho de Educação – Com o tema “BNCC e sistemas: atribuições dos Conselhos de Educação’, a Reunião dos Conselhos de Educação da Bahia deverá reunir cerca de 400 integrantes dos Conselhos Estadual e Municipais de Educação da Bahia para alinhar as ações e debater sobre o processo de implantação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), considerando as responsabilidades no que tange às orientações das novas diretrizes curriculares, especificamente, as atribuições normativas.

Encontro reúne Conselhos de Educação para debater atribuições sobre a BNCC

censo escolar capacitação

 

Com o tema ‘BNCC e Sistemas: Atribuições dos Conselhos de Educação’, a XIX edição da Reunião dos Conselhos de Educação da Bahia acontece nos dias 10 e 11 de dezembro, no Teatro da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), em Salvador. A expectativa é reunir cerca de 400 integrantes dos Conselhos Estadual e Municipais de Educação da Bahia para alinhar as ações e debater acerca do processo de implantação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), considerando as responsabilidades no que tange às orientações das novas diretrizes curriculares, especificamente, as atribuições normativas.
Para a presidente do Conselho Estadual de Educação da Bahia (CEE/BA), Anatércia Contreiras, os Conselhos Municipais de Educação discutirão as ações atinentes às relevantes pautas da educação no estado da Bahia, considerando, especialmente, o processo de implantação da BNCC na Educação Básica, as atribuições dos conselhos de educação, com destaque para a função normatizadora destes, em suas diferentes esferas, em seus âmbitos específicos de atuação e em suas competências.
O evento contará com a participação da doutora Malvina Tuttman, abordando o tema ‘Conselhos de Educação: BNCC e Sistemas de Educação’. Malvina presidiu o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), em 2011, é a atual presidente do Conselho Estadual de Educação do Rio de Janeiro (CEE/RJ), e integrou, até 2018, a Câmara de Educação Básica do Conselho Nacional de Educação (CNE).
A programação também será composta por duas mesas de debates com os temas ‘Conselhos de Educação: Regulamentação da BNCC nos Sistemas de Ensino’ e ‘Conselhos de Educação: Regime de Colaboração, Possibilidades e Limites de Atuação’. Os participantes ainda poderão obter informações e esclarecer dúvidas nos estandes do CEE/BA e da Uncme.

A XIX Reunião dos Conselhos de Educação da Bahia, promovida pelo CEE-BA, em parceria com a União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação (Uncme), conta com o apoio da Uneb e do Ministério Público da Bahia (MP/BA).

Durante a abertura da Reunião dos Conselhos de Educação da Bahia, o CEE/BA fará a entrega, pela primeira vez, da Comenda de Honra Professor Felipe Serpa, em reconhecimento público às relevantes contribuições para o desenvolvimento da Educação no Brasil e no Estado da Bahia.

Serão homenageados Maria Stella de Azevedo Santos, conhecida por Mãe Stella, Antônio Vicente Mendes Maciel (in memorian), historicamente destacado como Antônio Conselheiro e Vanda Machado da Silva, educadora e escritora. Todos eleitos pelos votos da maioria dos conselheiros, de acordo com os critérios da Resolução CEE/BA nº 144, de 22 de agosto de 2017.

Secretaria da Educação do Estado orienta sobre devolução de livros didáticos

devolução de livros

 

 

Com a aproximação do final do ano letivo da rede estadual de ensino, a Secretaria da Educação do Estado orienta as unidades escolares sobre a devolução dos livros didáticos entregues aos alunos e professores dos anos finais dos Ensinos Fundamental e Médio. A devolução é imprescindível, pois os mesmos serão reutilizados por outros estudantes no ano letivo de 2019.
Segundo a coordenadora do Livro Didático e Biblioteca da Secretaria da Educação do Estado, Alessandra Santana, cada unidade escolar deve incentivar a boa conservação do material didático, bem como adotar medidas para estimular as devoluções. “As escolas deverão fazer campanhas em sala de aula para a devolução dos livros didáticos e estabelecer como prazo final o período de renovação de matrícula, que segue até o dia 17 deste mês. É importante frisar que a campanha de cuidado, preservação e conservação deve ser realizada durante todo o ano letivo”, destacou.
Outra orientação é quanto ao controle dos livros devolvidos. “As unidades escolares deverão tomar nota de quantos livros foram devolvidos, quais títulos e séries. Com base nestas informações, é possível saber quais e quantos livros serão necessários para fazer a reposição seja por remanejamento e ou por reserva técnica”, salientou a coordenadora.
Segundo a coordenadora não há necessidade de recolher os livros consumíveis, ou seja, aqueles que geralmente possuem atividades para serem respondidas pelos estudantes no próprio livro e, por conta disso, não podem ser reutilizados, como são os casos de alguns livros de Línguas Estrangeiras, Filosofia, Sociologia e Artes. Para saber se o livro é reutilizável ou consumível, basta verificar a quarta capa do livro, onde consta esta indicação.

Líderes de classe participam de encontro territorial em Vitória da Conquista

encontro de lideres 4 edicação 1

Estudantes das escolas estaduais da região de Vitória da Conquista estão participando, nesta terça-feira (4), do IV Encontro de Líderes de Classe. Foram convidados representantes das 56 escolas da área do o Núcleo Territorial de Educação (NTE 20) para o evento, que ocorre no Colégio Modelo Luis Eduardo Magalhães. Durante a atividade, os líderes fazem um balanço das ações realizadas nas unidades escolares onde estudam, a partir de aspectos pedagógicos, administrativo e relacional. A programação conta com apresentações culturais, palestra com o tema “Encontro de Líderes como lugar de memória, imaginação e pensamento” e roda de conversa.

A estudante Linda Beatriz Sousa, 15 anos, 1º ano do Ensino Médio, do Colégio Estadual José Moreira Cordeiros, em Cordeiros, destacou a importância do encontro. “É a chance de trocarmos experiência com outros colegas para analisarmos o que podemos fazer para melhorar a escola, além de avaliarmos nossas ações neste ano. É fundamental estarmos empenhados, pois sempre digo que podemos ser um exemplo para os colegas. Somos amigos e uma família com os mesmos objetivos e ter alunos com a visão que fazem parte da escola, assim como os professores, gestores e funcionários, contribuiu para incentivar a participação de todos”, disse.

Para a estudante Danielle Lima, 18, do 1º ano do Ensino Médio, do Colégio Estadual Doutor Orlando Leite, os líderes estão conseguindo desenvolver um bom papel nas escolas. “Acho que estamos tendo um maior número de projetos que ajudam bastante no aprendizado dos estudantes. A iniciativa dos líderes acaba mostrando os anseios dos estudantes sobre a escola e o dia a dia do aprendizado”, relatou.

A representante do NTE 20, Claudionara Fias, explicou que os encontros fazem parte das ações pedagógicas da Secretaria da Educação do Estado para promover o protagonismo estudantil. “Queremos dar oportunidade ao aluno de ter este debate sobre as suas funções, podendo analisar, refletir e discutir experiências a partir das três bases que, acreditamos, são importantes para a sua atuação na escola como protagonistas”, disse.

Fonte: Secretaria da Educação do Estado da Bahia

Governador contabiliza R$ 400 milhões anuais de economia com reforma administrativa

governo reforma administrativa

Uma entrevista coletiva conduzida pelo governador Rui Costa, na tarde desta segunda-feira (3), abordou as principais questões acerca da nova reforma administrativa do Estado, que visa tornar a máquina estadual mais enxuta e eficiente na prestação de serviços à sociedade. Participaram do encontro, realizado no Salão de Atos da Governadoria, em Salvador, jornalistas dos principais veículos de comunicação da capital e do interior, secretários de estado, entre eles a secretária da Educação em exercício, Isabella Paim, deputados e senadores, entre eles o senador Walter Pinheiro.
Participaram da coletiva, realizada no Salão de Atos da Governadoria, em Salvador, jornalistas dos principais veículos de comunicação da capital e do interior. “Não nos resta outra alternativa. O que estamos fazendo agora são medidas também preventivas, assim como foi feito em 2014, para evitar as dificuldades que devem se apresentar nos próximos quatro anos. Segundo analistas, 2019 não será um ano de rápida retomada da economia e essa ação era urgente”, afirmou Rui.
O governador acrescentou que “mexeremos também no teto estadual. De acordo com a Constituição brasileira, é o salário do governador, mas a Constituição baiana tinha uma redação dúbia, o que levou 2,5 mil pessoas, da ativa e aposentados, a receberem acima do teto. Mandamos [à Assembleia Legislativa] uma redação mais clara, copiando o trecho que trata do assunto da Constituição Federal para que não haja dúvida. Para não reduzir salários, transformamos em vantagem pessoal o que ultrapassa o teto. Ninguém terá um real sequer de redução de salário, mas também não haverá beneficiamento por conta do aumento do Supremo Tribunal Federal”.
Rui disse ainda que “há um agravamento no déficit da previdência. Já em 2007, quando [Jaques] Wagner assumiu, não existia poupança previdenciária. Quando assumi, eram R$ 2 bilhões de déficit e, no primeiro mandato, o déficit dobrou, chegando a R$ 4 bilhões. Nesse período, tivemos o maior número de aposentadorias da história da Bahia, que foi causado por todo o processo da Reforma da Previdência”.
O peso dos gastos com aposentadoria dos servidores nas contas públicas da Bahia impôs a necessidade de majorar a alíquota de contribuição dos servidores e este é outro ponto da reforma. Sobre o aumento da alíquota da contribuição da Previdência Estadual de 12% para 14%, o governador lembrou que “dez estados já aumentaram a contribuição e a Bahia é o 11º, tendo estados que aprovaram a medida há quatro anos”.
O projeto de lei com a nova reforma foi enviado para a Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) na última sexta-feira (30).
Mudanças
Com a reforma, serão encerradas as atividades do Centro Industrial Subaé (CIS) e da Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial (Sudic), que se tornarão superintendências integradas à estrutura da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE). Já a Bahia Pesca poderá ser adquirida pela iniciativa privada ou gerida por meio de uma Parceria Público-Privada (PPP). Vale destacar, no entanto, que atividades industriais e pesqueiras permanecerão na agenda do Estado, especialmente em se tratando de políticas públicas, sendo fomentadas pelo Governo.
A reforma também prevê a extinção da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado (Conder), que se tornará uma superintendência. No entanto, Rui informou que “um acordo foi proposto pelos funcionários e, se aprovado, pode mudar a situação da empresa, dentro do projeto de reforma”.
Outras unidades passarão por um processo de reestruturação que envolverá a extinção de diretorias e funções como a de presidente. São elas: Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM), Empresa Gráfica da Bahia (Egba), Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro), Junta Comercial do Estado (Juceb) e Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-BA).
O fechamento dessas unidades, aliado à dissolução de setores e cargos, possibilitará garantir maior robustez à capacidade executiva do Estado baiano, mantendo o equilíbrio fiscal, diante da longa crise econômica vivida pelo país.
Segunda reforma 
Em 2014, uma reforma foi liderada pelo então governador recém-eleito Rui Costa. A iniciativa modernizou o Estado e contribuiu para manter a estabilidade financeira, com esforço no controle de gastos iniciados com os Decretos de Contingenciamento, ainda na gestão Wagner. Somente com esta reforma administrativa, foram extintas secretarias e 1,6 mil cargos, acarretando em uma economia de R$ 200 milhões aos cofres públicos.
Agora, quatro anos depois, apesar do cenário desfavorável, o Estado vem conseguindo manter o equilíbrio das contas, em função de uma estratégia que combina a melhoria do desempenho do fisco, ampliando, inclusive, a participação do Estado no conjunto do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) nacional, com o controle rigoroso dos gastos públicos.
“Foi um planejamento que visava os próximos quatro anos. Imaginando um cenário adverso, que se tornou realidade, nos preparamos e fizemos um enxugamento da máquina pública. Conseguimos atravessar sem sofrer colapsos e interrupções de serviços públicos esse período e a ideia é fazer o mesmo agora”, assegurou Rui.
Salários em dia
Atualmente, a Bahia está entre os doze estados que pagam o salário dos servidores dentro do mês trabalhado. Outros cinco estados pagam os salários até o 5º dia útil do mês subsequente, sete continuam a parcelar os salários e três estão pagando a folha até o 10º dia útil do mês seguinte, totalizando dez estados que pagam a folha fora do prazo previsto em lei.
Portanto, todas essas medidas presentes na nova reforma administrativa visam, justamente, assegurar que o Estado continue a pagar rigorosamente em dia os salários dos servidores, honrando ainda compromissos com fornecedores e mantendo um perfil confortável de endividamento.

Estudantes de Vitória da Conquista participam dos Jogos Estudantis da Rede Pública

jerp 2018 1

Cerca de 694 estudantes, com idades entre 15 e 17 anos, de 36 unidades escolares da área do Núcleo Territorial de Educação de Vitória da Conquista (NTE 20) estão participando da etapa territorial dos Jogos Estudantis da Rede Pública (JERP). As competições, que iniciaram nesta segunda e seguem até quarta-feira (3,4 e 5), contemplam modalidades como futsal, futebol e vôlei e são disputadas no Ginásio de Esportes Raul Ferraz, no Ginásio de Esportes da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB) e na Quadra Poliesportiva do Estádio Edvaldo Flores.
Neste primeiro dia foram realizadas partidas de futsal com estudantes das escolas de Vitória da Conquista. João Vitor Ribeiro, 17 anos, que cursa o 1º ano no Colégio Estadual Doutor Orlando Leite, falou sobre a sua participação. “Estou muito contente de competir em um esporte que eu gosto muito”, afirmou. O estudante Weslei Bruno Brito Santos, 17, 2º ano, do Instituto de Educação Euclides Dantas, também falou sobre a competição. “Esse tipo de campeonato entre escolas é muito importante, pois temos a oportunidade de jogar com estudantes de várias escolas e, também, serve como uma forma de lazer para a gente”, disse.
Nesta terça-feira (4), serão realizadas as partidas de futebol e futsal com os estudantes dos municípios da região. Já na quarta-feira (5), no Ginásio Raul Ferraz, acontecerá a final territorial com as partidas de futsal, futebol e vôlei.
Sobre o JERP
Organizado pela Secretaria da Educação da Bahia, por meio de cada um dos 27 NTEs, os Jogos Estudantis da Rede Pública  (JERP) envolvem, anualmente, estudantes e professores de escolas das redes públicas federais, estaduais e municipais da maioria dos municípios baianos. Os jogos fortalecem a cultura corporal e as práticas esportivas no currículo da Educação Básica.

Vitória da Conquista sedia fase Regional dos Jogos Estudantis da Rede Pública 2018

jerp_0

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia realiza em todo o Estado da Bahia os Jogos Estudantis da Rede Pública –JERP 2018, ação de participação e integração de educandos da rede pública da Bahia, em uma experiência fomentadora de valores, como respeito à diversidade e cooperação, bem como socializadora da diversidade cultural.

Em Vitória da Conquista, cidade sede da Fase Regional, os jogos tiveram início nesta segunda-feira (03) e seguem até o dia 05 de Dezembro, no Ginásio de Esportes Raul Ferraz, Ginásio de Esportes da AABB e Quadra Poliesportiva do Estádio Edvaldo Flores.

Equipes de estudantes (Masculino e Feminino) de escolas de Conquista e municípios da circunscrição NTE 20, com idades entre 15 e 17 anos, estão envolvidos nesse projeto  competindo pelas seguintes modalidades:  Futsal, Futebol de Campo e Baleado.

Nesta terça-feira (04), será a vez dos mais de 300 estudantes de 16 escolas dos municípios do Território Sudoeste (NTE 20),  competirem.   As finas do JERP serão realizadas na próxima quarta-feira (05), entre os vencedores dos pólos, no Ginásio Raul Ferra, em Vitória da Conquista.
 
 
 
Fonte: Secretaria da Educação do Estado da Bahia
 

Projeto do Centro Juvenil de Ciência e Cultura de Vitória da Conquista ganha prêmio nacional

cjcc de vitoria da conqusita-premio-educacao-criativa-e-inovadora-3

O projeto desenvolvido pela professora Elmara Souza, do  Centro Juvenil de Ciência e Cultura (CJCC) de Vitória da Conquista, foi o vencedor do Prêmio de Educação Criativa e Inovadora, na categoria “Ensino Médio”, promovido pelo Instituto Criativo. A cerimônia de entrega da premiação ocorreu nesta quinta-feira (29), no Teatro Eva Herz, da Livraria Cultura, em São Paulo. O projeto apresentado pela educadora Elmara foi “Incubadora de projetos: desenvolvimento de aplicativos, jogos e animações digitais como ação educativa e estratégia para a produção do conhecimento no ensino médio”, desenvolvido com estudantes do CJCC.
“O prêmio tem o objetivo de reconhecer os trabalhos de educação diferenciados e inovadores em todo o Brasil que tragam um aspecto humanizado e transformador. Ficamos muito gratos com essa conquista, sempre ressaltando que o prêmio é um reconhecimento aos educadores do CJCC que desenvolvem diversas atividades criativas e inovadores e aos estudantes que acreditam no seu potencial e protagonismo criando projetos dentro da Incubadora”, destacou Elmara.
A premiação contou com 1030 inscritos de todo Brasil, onde foram selecionados 80 finalistas. Os vencedores ganharam em oito categorias: “Educação Infantil”, “Educação Fundamental I”, “Educação Fundamental II”, “Ensino Médio”, “Educação de Jovens e Adultos”, “Ensino Superior“, “Xadrez” e “Hipnoterapia”. Entre as premiações estão capacitações e bolsas de estudos do Instituto Criativo.

Estudantes de Vitória da Conquista são premiados em concurso de histórias em quadrinhos do Ministério Público da Bahia

eco kids premiaçao

Estudantes do Colégio Estadual José Sá Nunes e do Instituto de Educação Euclides Dantas, localizados em Vitória da Conquista, foram premiados juntamente com estudantes de mais quatro escolas da cidade, nesta terça-feira (27), no concurso de Histórias em Quadrinhos do projeto Eco Kids e Eco Teens, promovido pelo Ministério Público do Estado da Bahia. Os estudantes produziram histórias em quadrinhos, tirinhas e charges que foram incluídas no gibi temático ambiental ‘Eco Gibi’, lançado no evento realizado no auditório do Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães. Ao todo, foram premiados 18 projetos, de 43 estudantes.

O diferencial do jornal Eco Kids e Eco Teens é que os próprios alunos são os autores dos conteúdos. Com a publicação, busca-se fazer com que o estudante leia frequentemente sobre o meio ambiente, em linguagem acessível, em produções voltadas para a sua faixa etária, com a possibilidade de ser leitor-autor, o que contribuirá para torná-lo mais um ator social de defesa do meio ambiente.

No Colégio Estadual José Sá Nunes foram selecionadas as produções criativas ‘Coisa de outro mundo’; ‘Melocactus’ e ‘Esperença’. Já no Instituto de Educação Euclides Dantas, as obras escolhidas foram ‘Serra do Periperi: Melocactus’ e ‘Zé Piripiri Fradinho em: salve o Melocactus’. O estudante Gustavo Oliveira Alves, 16, 1° ano, do Colégio Estadual José Sá Nunes, criou a charge ‘Serra do Piripiri: Melocactus’, juntamente com sua colega Ingrid Rodrigues de Souza, 17. Eles conquistaram o 1º lugar de sua escola. “Nosso objetivo foi retratar a preservação do Melocactus que é uma espécie de cacto nativa da nossa região. Estamos muito felizes com esta premiação”, comemorou.

As estudantes Suelen Santos Sousa, 16, e Sara Mota Cerqueira, 16, do 2º ano, no Instituto de Educação Euclides Dantas, também comemoram o segundo lugar pela charge ‘Esperança’. “Nossa charge mostra uma raiz de árvore brotando em um local onde todas as outras árvores foram derrubadas e ela se pergunta se terá o mesmo destino ou se será preservada. Ter nossa charge publicada neste gibi é muito gratificante para nós”, revelou Suelen.

Todos os alunos classificados, com idade entre 8 e 17 anos, receberam troféus, medalhas e também brindes, que foram oferecidos por patrocinadores externos em apoio à proposta. Além das duas unidades da rede estadual, também participaram a Escola Monteiro Lobato e as Escolas Municipais Antônio Machado Ribeiro, Francisco Antônio de Vasconcelos e Professora Iza Medeiros.

eco kids premiaçao 2

Sobre o Eco Kids e Eco Teens – Trata-se de um projeto de criação e circulação de um informativo sobre meio ambiente, voltado e preparado por alunos das escolas de ensino fundamental, públicas e privadas, custeado por infratores ambientais, em cumprimento de pena alternativa. O Jornal Eco Kids é voltado para alunos da faixa etária de até 12 anos, matriculados no Fundamental I; o Eco Teens, para alunos do Fundamental II.

Fonte: Secretaria da Educação do Estado da Bahia