Estudantes do Colégio Camilo de Jesus Lima lançam a 10ª edição do jornal Eco Teens

IMG-20170818-WA0040

Estudantes e professores do Colégio Estadual Camilo de Jesus Lima, em Vitória da Conquista, participam nesta sexta-feira (18/8), do lançamento da 10ª edição do jornal Eco Teens. Aproximadamente 450 estudantes entre 15 e 17 anos do 1º ao 3º ano do Ensino Médio trabalharam na produção e elaboração dessa nova edição.

O jornal Eco Teens aborda a temática “Feira da Patagônia: conhecer para preservar”.  A partir da escolha do tema os alunos passaram por várias etapas de treinamento. A primeira delas foi aprender a utilizar os métodos e normas da Metodologia Científica para a preparação do periódico.

O trabalho se baseou em leitura de artigos sobre feiras, pesquisa de campo, apresentação de resultados, incluindo o diagnóstico de problemas no local, como descarte indevido de resíduos orgânicos (sobras de alimentos), com indicação de possíveis soluções, como a colocação de  coletores.

Além disso, os estudantes passaram por treinamento de diversos gêneros textuais para a edição do jornal, desde o estilo jornalístico até receitas culinárias. A prática da oratória em seminários realizados na sala de aula foi outro ponto observado.

Durante a preparação do jornal Eco Teens os estudantes realizaram uma gincana com execução de tarefas que foram avaliadas pela comissão julgadora.  A equipe “Companhia Disfarce”, por exemplo, foi à Feira da Patagônia analisar o comportamento dos feirantes e clientes para composição dos personagens para uma peça teatral. Outras tarefas também foram concluídas com êxito, a exemplo da campanha para arrecadação e distribuição de doações para entidades filantrópicas, elaboração de cordel com seis versos e constância de rima, construção de maquetes de casas sustentáveis e atividades de culinária, com elaboração de receitas para aproveitamento de cascas e sementes.

Com quatro anos de funcionamento o Colégio Estadual Camilo de Jesus Lima atende atualmente mais de 700 estudantes.

 A Coordenação do projeto é feita pelo Ministério Público da Bahia, através de Promotores de Justiça, os quais contam com parcerias locais nas áreas de educação, meio ambiente e comunicação, formando o Conselho Editorial dos Jornais Eco Kids e Eco Teens.

Fonte:  Eco kids Eco Teens MPBA

Consed: Secretário Walter Pinheiro critica o corte de recursos federais para a Educação

secretario walter pinheiro no consed criticando governo federal corte recursos

O secretário da Educação do Estado da Bahia, Walter Pinheiro, criticou o Governo Federal pelo corte de recursos para a Educação, durante participação na reunião ordinária do Conselho Nacional de Secretários da Educação (Consed), nesta quinta-feira (17), em Belo Horizonte-MG. A redução dos recursos impacta em todos os níveis da Educação Básica nos estados e municípios, comprometendo a execução e continuidade de programas estruturantes, como a alfabetização de crianças na idade certa, de jovens e adultos.
Pinheiro criticou a Proposta de Emenda à Constituição (PEC 55/2016), conhecida como PEC do Teto, que limita os gastos públicos pelos próximos 20 anos. “Fiz um estudo mostrando que se fosse aplicar há dez anos essa regra que está valendo a partir de agora, já teria sido retirado da Educação mais de R$ 40 bilhões de reais do seu investimento. É preciso entender que Educação e Saúde são áreas que precisam ser olhadas sempre como um investimento e não como um gasto. Em particular na Educação, o controle de gastos terminou nos punindo duramente”, disse.
Um dos principais impactos do corte de recursos pode ser observado na alfabetização. Na Bahia, a meta da Secretaria da Educação era atender 100 mil jovens acima de 15 anos, adultos e idosos pelo programa Todos Pela Alfabetização, em 2017, porém, com o contingenciamento dos recursos federais, esta meta foi reduzida para atender apenas 15 mil alfabetizandos. “Houve um corte drástico na verba destinada à alfabetização no país. Nós já avançamos bastante na Bahia alfabetizando mais de um milhão e quinhentos mil baianos, a partir de 2007, mas ainda existe um déficit histórico de analfabetismo. Portanto, é fundamental que a gente continue investindo na alfabetização de jovens e adultos, associado à uma intervenção na chamada alfabetização na idade certa”, revelou.
Outro ponto de crítica do secretário da Bahia às políticas federais para a área foi em relação ao Fundo Nacional de Educação Básica (Fundeb), cuja vigência termina em 2020, sendo necessária a pactuação de um novo fundo para o financiamento da Educação Básica. “Está mais do que revelado que esse fundo de hoje não suporta e nem atende às demandas da Educação no país, haja visto que todos os municípios brasileiros apresentam um déficit sempre mensal em relação a utilização deste fundo. Portanto, eu diria que, de forma perversa, a União está punindo estados e municípios com o corte e está drasticamente atacando o povo brasileiro naquilo que é mais importante, que é o pilar da transformação, que é o pilar da vida, que é a Educação”, defendeu.
Durante o encontro, o secretário Walter Pinheiro apresentou os avanços da Educação na rede estadual da Bahia. Citou os esforços empreendidos pelo governador Rui Costa para o fortalecimento do eixo pedagógico nas escolas, a exemplo da realização de um concurso público para mais de 3,4 mil professores e coordenadores pedagógicos.
Pinheiro, que é o coordenador do GT de Tecnologia do Consed, apresentou ainda a nova plataforma Anísio Teixeira, da Secretaria da Educação do Estado da Bahia. A plataforma está prestes a ser lançada e integra um conjunto de serviços, softwares livres e Recursos Educacionais Abertos (REA) relacionados à mediação de práticas pedagógicas e à gestão de acervos on-line, voltados para a Educação Básica e para a Formação Continuada dos Profissionais da Educação Básica das redes públicas de ensino do estado da Bahia. São mais de 5 mil  conteúdos, como sequências didáticas, animações, simulações, jogos, vídeos, áudios, imagens e textos das mais variadas disciplinas e níveis de ensino, acompanhados de documentação e de orientação pedagógica, que podem ser pesquisados por nível de ensino, áreas do conhecimento, disciplinas, temas transversais, formatos, entre outras opções de busca.

Estado amplia acesso à bolsa permanência para professores prestes a se aposentar

Professor bolsa permanencia

 

Os professores que possuem os requisitos para a aposentaria, mas que desejam permanecer em atividade, podem requerer, a qualquer tempo, o benefício da Bolsa de Estímulo à Permanência em Atividade de Classe, implementada pela Lei n° 13.595/2016. A medida é baseada em portaria publicada pela Secretaria da Educação, no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (16). Aqueles que optarem pela bolsa e decidirem continuar lecionando recebem valores de R$ 800, para carga horária de 20h, e de R$ 1.600, para 40 horas. A vigência do recebimento da bolsa é a partir da data da publicação do ato de concessão.
“A Bolsa de Estímulo à Permanência em Atividade de Classe é uma iniciativa que reflete os esforços empreendidos pelo Governo do Estado para melhorar a educação pública. Afinal, estamos tratando de professores com larga experiência, profissionais que dedicaram suas vidas à escola e que, portanto, podem optar em continuar contribuindo com a educação e com a formação dos nossos estudantes”, comentou o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro.
Dentre os requisitos para ser beneficiado, o professor precisa ter completado as exigências para a aposentadoria voluntária nos termos da Lei nº 11.357/2009; estar lotado em uma unidade escolar e ter optado por permanecer em efetiva regência de classe. A Bolsa de Estímulo à Permanência será paga pela Secretaria da Educação do Estado mensalmente e, exclusivamente, durante o ano letivo, e serão levadas em consideração áreas do conhecimento em que haja carência de docentes na rede estadual.
O que fazer? 
Os professores poderão dar entrada na solicitação do benefício se dirigindo ao SAC Educação, em Salvador e Feira de Santana, ou no Núcleo Territorial de Educação (NTE) vinculado à sua escola. Na etapa seguinte, o setor de Recursos Humanos da Secretaria da Educação apreciará os pedidos para a publicação dos contemplados, por meio do Diário Oficial do Estado.

Inscrições para seleção de professores do MedioTec seguem até dia 28 de agosto

professoes bolsa permanência

 

A Secretaria da Educação do Estado prorrogou para o dia 28 de agosto o período de inscrições para processo seletivo destinado a profissionais pertencentes ao quadro de servidores efetivos do magistério público estadual e contratados sob o Regime Especial de Direito Administrativo (REDA), bem como ocupantes efetivos de cargos técnicos no âmbito do Estado da Bahia. Estes profissionais irão atuar nos cursos técnicos de nível médio nos Centros de Educação Profissional e unidades da rede estadual da Bahia, na ação Bolsa Formação do Mediotec.
Os interessados devem preencher e imprimir a ficha de inscrição  e a declaração de disponibilidade anexos ao edital. Os respectivos documentos deverão ser enviados, via SEDEX, juntamente com o curriculum vitae (no modelo da Plataforma Lattes/CNPQ) e demais  documentos solicitados para a Superintendência de Desenvolvimento da Educação Profissional e Tecnológica (Suprot), na Avenida Luiz Viana Filho, 5ª Avenida, 550, CAB – CEP 41.745-000, Salvador, sala nº 218.
A seleção será feita pela Suprot e levará em consideração, dentre outras coisas, a análise curricular dos candidatos. A seleção terá validade de 24 meses, prorrogável por igual período, contada da homologação e divulgação do resultado final.

Oficina prepara educadores para participação na Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente

professores

Cerca de 200 professores da rede estadual de ensino participaram de uma oficina promovida pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia, em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que buscou preparar os educadores para a participação nas Olimpíadas Brasileiras de Saúde e Meio Ambiente. A formação, realizada no Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador, integrou as atividades em comemoração aos cinco anos do programa Ciência na Escola.
“Contamos com oficineiros da Fiocruz do Rio de Janeiro e da Bahia que trabalharam com os nossos professores e passaram orientações de como participar das Olimpíadas. A fundação é parceira do Ciência na Escola desde 2012 e já alcançamos bons resultados, com estudantes sendo premiados nestas olimpíadas. Este é mais um movimento que o programa lança na rede estadual”, disse Shirley Costa, coordenadora do Ciência na Escola.
Os professores foram capacitados pelos oficineiros para orientar os estudantes quanto a melhor forma de construir e submeter projetos às Olimpíadas. “Eu consigo identificar uma semelhança muito intensa, entre o Ciência na Escola e as Olimpíadas. O programa trata dos assuntos que estão ligados à saúde e o meio ambiente, desenvolvendo projetos e acredito que por conta desta identificação, o professor que atua no Ciência na Escola tem condições de fazer a sua inscrição para as Olimpíadas com muito mais facilidade”, afirmou Inês Sodré, coordenadora pedagógica das Olimpíadas Brasileira de Saúde e Meio Ambiente.
“Essa oficina pedagógica amplia o nosso campo de atuação e nos traz as ferramentas necessárias para que a gente possa trabalhar com os estudantes. É uma oportunidade única”, celebrou a professora Gildete Brito, do Centro Estadual de Educação Profissional Em Gestao Negocios E Turismo Luiz Navarro de Brito.
As Olimpíadas Brasileira de Saúde e Meio Ambiente foram criadas em 2001 para promover a melhoria das condições de vida e saúde da população brasileira, além de estimular professores e estudantes de escolas públicas e privadas a refletirem sobre a temática, desenvolvendo projetos de forma crítica e criativa. As informações sobre inscrições estão disponíveis no site www.olimpiada.fiocruz.br.

Equipes do Centro Juvenil levaram mais dois prêmios neste sábado na Campus Party

cjcc campus party 4 robo

Equipes dos Centros Juvenis de Ciência e Cultura (CJCC) de Salvador e Itabuna faturaram premiações nas categorias “Programação” e “Design”, na etapa Regional Bahia da Olimpíada Brasileira de Robótica, realizada na tarde deste sábado (12) na Campus Party.
O prêmio de melhor programação ficou por conta da equipe “Robograma 09”, de Salvador, e o de design foi para a equipe do interior. “Itabuna tinha apenas dois meses de Oficina de Robótica no Centro Juvenil. Então eles conseguiram avançar bem rápido”, destaca o coordenador dos Centros Juvenis, Iuri Rubim. Ele acredita que a premiação é o “reconhecimento de um trabalho que a Secretaria da Educação tem feito porque acredita que a robótica é uma dimensão importante desta educação contemporânea, que é mais conectada com a vida real e com a programação dos objetos”, disse.
A premiação deste sábado se soma ao prêmio Maker, conquistado na sexta-feira (11), pelos estudantes da oficina de Robótica do CJCC de Vitória da Conquista. Para o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, as premiações dos estudantes revela o protagonismo deles na competição e na Campus Party. “O envolvimento destes estudantes na oficina de robótica desperta o interesse deles por outras disciplinas associadas a este conteúdo e contribui para a formação do conhecimento, ao mesmo tempo que estimula a vocação para uma área de ponta no mundo da ciência, tecnologia e inovação.Temos trabalhado para fortalecer o eixo pedagógico na rede estadual e os Centros Juvenis de Ciência e Cultura têm a proeza de trabalhar com temas inovadores”, destacou.
A olimpíada do conhecimento consiste na competição de robôs criados através de kits de robótica, com o uso, por exemplo de Lego. O desafio é construir e programar um robô que desempenha funções em um ambiente simulado, seguindo algumas regras específicas.O objetivo é despertar e estimular o interesse pela robótica e áreas afins e promover a difusão de conhecimentos básicos sobre robótica de forma lúdica e cooperativa.

Estudantes se destacam como protagonistas na Campus Party

cjcc campus party 1

Os estudantes da rede estadual de ensino estão se destacando como protagonistas na Campus Party Bahia, que acontece até este domingo (13) na Arena Fonte Nova, em Salvador. Neste sábado (12), os projetos de iniciação científica apresentados no estande do Governo do Estado, na área Open Campus, chamaram a atenção dos participantes e visitantes pelo caráter inovador e, também, pela relevância e alcance social.
O jogo “Choice” foi um dos projetos de destaque. Desenvolvido pelos estudantes Felipe Dias, 16 anos, Thiago Silva, 16, e Luís Borges, 17, no CJCC de Vitória da Conquista, o jogo “Choice” surgiu da percepção de que 30% dos jovens estão acima do peso. “Por meio de uma pesquisa, descobrimos que muitos jovens estão acima do peso e essa condição piora com o tempo. Então, decidimos juntar a prática de exercícios com o jogo possibilitando que o participante possa aprender sem perceber”, explicou Luís.
cjcc campus party 3
Thiago fala como o funciona o jogo. “O jogo tem 18 cartas digitais com perguntas sobre o comportamento do participante. De acordo com o que você vai respondendo as perguntas, em ‘sim’ ou ‘não’, o jogo indica de acordo com as respostas se a saúde está melhorando ou piorando, através de indicadores, como, por exemplo, colesterol”, explica. Ele ainda destaca a importância da participação no evento. “É muito gratificante poder mostrar nosso trabalho no Campus Party, uma feira nacional que tem visitantes de todo o Brasil”, disse.
Seguindo o mesmo raciocínio, o jogo/animação “Sustentabilidade” desenvolvido pela estudante Renata Valença, 15, também do CJCC de Vitória da Conquista, busca conscientizar o participante sobre atitudes sustentáveis. “Muitas pessoas não possuem bons hábitos em relação ao consumo de bens, descarte de lixo, consumo de água e o transporte. A partir disso, decidimos fazer um jogo/animação que, tanto nos desse essas informações, quanto divertisse e fizesse as pessoas repensarem suas atitudes”, afirmou, ao explicar que o jogo consiste em uma animação inicial que convida o usuário a jogá-lo e depois são feitas perguntas. Dependendo da resposta, o participante recebe uma reposta positiva ou negativa. Ao final, o resultado indica se a pessoa tem ou não hábitos sustentáveis.

Estudantes do Centro Juvenil de Vitória da Conquista ganham Menção Honrosa da SBPC

CJCC CONQUISTA- SBPC 1

Estudantes da rede estadual matriculados nas oficinas do Centro Juvenil de Ciência e Cultura (CJCC) de Vitória da Conquista, no Sudoeste da Bahia, receberam Menção Honrosa na 69ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), realizada em julho, em Belo Horizonte. Os estudantes apresentaram os projetos Robótica Educacional e Choices e estão entre os 12 que receberam a honraria em todo o país. Os dois projetos, inclusive, estão entre os destaques da Secretaria da Educação do Estado na Campus Party, que começa, nesta quarta-feira, na Arena Fonte Nova, em Salvador.

 O resultado foi divulgado pela organização da SBPC, nesta segunda-feira (7), e deixou os estudantes maravilhados. É o caso de Robson Oliveira, 17, 8ª série, do Colégio Estadual Rafael Spínola Neto e da oficina de Robótica do CJCC, que não esconde a alegria com a premiação. “Esta vitória tem um significado imensurável para nós, estudantes. Foi a melhor experiência que tive e vou levar para a vida toda. A oportunidade de estar lado a lado com estudantes universitários, professores mestres e doutores e ainda sermos reconhecidos nos deu mais motivação para continuar focado nos estudos e nos mostra que também somos capazes de alcançar o Ensino Superior”.

 O colega Vinícius de Oliveira Jr., 17, 8ª série da mesma unidade escolar e também aluno da oficina de Robótica está radiante. “Foi uma experiência gratificante. Ganhar esta Menção Honrosa por um projeto protagonizado por nós, estudantes da rede estadual, me fez atentar para o fato de que os estudos podem nos levar bem longe e que os esforços valem a pena. Percebi, ainda, que participar das oficinas do CJCC melhorou o meu rendimento escolar e, sobretudo, me fez compreender melhor, na prática, uma série de conteúdos que vi na teoria, como cálculo de distância e da resistência do ar, em Física”.

 Um dos participantes do projeto Choices, o estudante Luís Jonas Borges, 17, do Instituto de Educação Euclides Dantas, também está feliz com o reconhecimento do trabalho. “Para mim foi uma surpresa termos ganhado uma Menção Honrosa na SPBC, não esperava. Estou muito feliz, porque é uma motivação para que continue pesquisando. Isto vai ajudar no meu futuro profissional, principalmente porque pretendo fazer Engenharia ou Ciência da Computação”.

 A professora-orientadora do projeto Choices, Elmara Souza, comenta sobre a premiação. “Foi inusitado um projeto da Educação Básica estar em um ambiente onde prevalece a participação de estudantes do Ensino Superior, pesquisadores e professores mestre e doutores. A aprovação do nosso artigo em meio a outros 1.280 inscritos em um evento nacional do porte da SBPC foi uma vitória muito grande para a Educação Básica, para a comunidade escolar, para o CJCC e para a Secretaria da Educação pelo investimento feito. Nossos alunos mostraram, mais uma vez, que são capazes”, ressalta.

 CJCC CONQUISTA- SBPC 2


Projetos honrados

Choices é um jogo interdisciplinar de cartas digitais sobre hábitos alimentares saudáveis, que proporciona uma ação educativa capaz de despertar nos estudantes a consciência para o cuidado com a saúde, levando-se em conta que mais de 30% dos adolescentes brasileiros estão obesos ou com sobrepeso, fruto da má alimentação e do sedentarismo. Já o projeto de Robótica Educacional oferece a possibilidade de realização, por exemplo, de uma programação com a placa de arduíno (plataforma de hardware e software, criada para auxiliar no ensino de eletrônica), visando ampliar o acesso de jovens a novas experiências educativas. O foco é o estudo do aplicativo da Robótica para o desenvolvimento de diferentes habilidades, como o trabalho colaborativo, o raciocínio lógico e a criatividade.

 “Ensinamos Robótica com a perspectiva de melhorar o rendimento escolar dos nossos estudantes. Ao participarem da oficina, eles aumentam o tempo de estudos e, com isso, trabalham na prática os conteúdos que veem na teoria, em sala de aula, melhorando as notas, principalmente nas disciplinas de Matemática e Física. O artigo que apresentamos na SPBC foca, justamente, nos impactos que a Robótica tem na vida escolar deles. A Menção Honrosa que recebemos significa uma motivação para os nossos alunos prosseguirem nos estudos”, afirma o professor-orientador da oficina de Robótica, Roberto Costa.

Centro Juvenil 

Os Centros Juvenis de Ciência e Cultura são espaços dedicados à Educação complementar, ao lazer criativo, à interação social, ao conhecimento tecnológico, à Ciência e a tantas outras formas de saber que ultrapassem o conhecimento convencional. Criados por iniciativa da Secretaria da Educação do Estado, os Centros estão instalados em Vitória da Conquista, Itabuna, Barreiras, Senhor do Bonfim e Salvador. Nos Centros Juvenis são realizados cursos e oficinas no turno oposto aos quais os estudantes da rede estadual estão matriculados.

Fonte: Secretaria da Educação do Estado da Bahia

Projetos de estudantes do Centro Juvenil de Conquista recebem Menção Honrosa na SBPC

centro juvenil conquista - projeto choices estudantes

Estudantes e professores do Centro Juvenil de Ciência e Cultura de Vitória da Conquista estão fazendo história. É que saiu a lista de premiação de trabalhos submetidos à 69ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), realizada em julho na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em Belo Horizonte.  Os dois artigos selecionados receberam MENÇÃO HONROSA em reconhecimento ao mérito do trabalho e ao conjunto de dados apresentados.
Os projetos que receberam os certificados de MENÇÃO HONROSA foram: Jogo Choices e Robótica Educacional.
Choices é um jogo digital sobre hábitos alimentares saudáveis e a importância da prática de atividade física na adolescência. Já o Robótica Educacional fala sobre as primeiras impressões durante a implantação do projeto no CJCC de Vitória da Conquista e o impacto na vida dos estudantes.
 
Os trabalhos de iniciação científica foram desenvolvidos durante os cursos dos Centros Juvenis CJCC – nas unidades da rede estadual, criadas pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia com o intuito de diversificar e fortalecer o currículo estudantil da Educação Básica.
Mais sobre os Centros Juvenis
Os Centros Juvenis oferecem cursos e oficinas aos estudantes regularmente matriculados na rede estadual de ensino, que participam das atividades no turno contrário aos quais estão matriculados nas escolas estaduais. Os Centros Juvenis são espaços dedicados à educação complementar, ao lazer criativo, à interação social, ao conhecimento tecnológico, à ciência e a tantas outras formas de saber que ultrapassam o conhecimento convencional, ampliando o acesso da juventude baiana às temáticas contemporâneas. Oportunizam também que os estudantes descubram sua vocação profissional a partir das experiências vivenciadas. O Estado conta com Centros Juvenis em Salvador, Senhor do Bonfim, Itabuna, Barreiras e Vitória da Conquista.

Abertas inscrições para o 2º Diálogo Construtivo sobre a BNCC

bncc inscrição

 

A Secretaria da Educação do Estado promoverá, no dia 15 de agosto, o “2º Diálogo Construtivo sobre a BNCC: as avaliações externas e a antecipação da alfabetização para o segundo ano do Ensino Fundamental”, das 15h às 17h30, no auditório da Secretaria, no Centro Administrativo da Bahia (CAB). A atividade terá como palestrante o cientista político, Wagner Rezende, da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e, também, contará com a participação do ex-coordenador geral do Ensino Fundamental do MEC, professor Elisio Corá. O objetivo é proporcionar aos gestores educacionais e professores do Ensino Fundamental, o acesso às diretrizes nacionais para a efetivação da Base Nacional Comum Curricular – BNCC  nas unidades escolares e as possibilidades de uso.

Para participar é preciso fazer a inscrição prévia por meio do link >> https://goo.gl/forms/EYvc8eFQsPoVskvG2

Fonte: Secretaria da Educação do Estado da Bahia