Centros Juvenis inscrevem para oficinas em Itabuna, Vitória da Conquista e Barreiras

centros juvenis cursos

Os Centros Juvenis de Ciência e Cultura de Vitória da Conquista (517 km de Slavador), no Sudoeste da Bahia, de Itabuna (435 km de Salvador), no Sul baiano e Barreiras (871 km de Salvador) na região Oeste, estão com inscrições abertas para diversas oficinas. As atividades são direcionadas a estudantes da rede estadual de ensino matriculados no 9º ano e no Ensino Médio Regular ou Integrado à Educação Profissional e acontecem no turno oposto aos quais os estudantes estão matriculados.
Em Vitória da Conquista, as inscrições acontecem até o dia 12/3. Estão sendo oferecidas 200 vagas para as oficinas ProgramAí, Criando Games, Robótica, Quadrinhos em rede, Animateen, Artistas.com. As aulas começam dia 21 de março. O Centro Juvenil de Ciência e Cultura de Vitória da Conquista funciona no bairro Brasil, junto ao Colégio Estadual Rafael Spinola.
Veja as oficinas oferecidas em Vitória da Conquista:
- ProgramAí – Introdução à lógica de programação utilizando jogos
- Criando Games – Produção de jogos educativos com software de autoria
- Robótica – Criação de robôs com arduino
- Quadrinhos em rede – Produção de histórias em quadrinhos
- Animateen – Produção de animação digital
- Artistas.com – Introdução à interpretação para teatro
Em Itabuna são oferecidas 800 vagas para as oficinas Science Dance, FotoArt, Leitura Punjante, Super 8 (Produção Audiovisual), English Course, Reciclaê, Slackline, Capoeira, Arena Gamer. Os interessados devem garantir a vaga até o dia 10/3. O Centro Juvenil de Ciência e Cultura de Itabuna está instalado no anexo do Colégio Estadual de Itabuna, no bairro do São Caetano. As aulas começam dia 6 de março.
Veja as oficinas oferecidas em Itabuna: 
- Science Dance – A dança e o corpo humano. O movimento dos sistemas do corpo e a dança.
- FotoArt – Arte e fotografia.
- Leitura Punjante – O Conto Literário e a Montagem Teatral.
- Super 8 (Produção Audiovisual) – Oficina de produção audiovisual e publicação Web.
- English Course – Curso de Inglês Instrumental em módulos direcionados para aplicação em áreas específicas
- Reciclaê – Oficina de reciclagem e comercialização em pequena escala.
- Slackline – Oficina de slackline, equilíbrio, postura corporal, forças físicas.
Capoeira
- Arena Gamer – Aqui o desafio é entender como funcionam os games e jogos, qual a melhor maneira de jogá-los e vencê-los.
No Centro Juvenil de Ciência e Cultura de Barreiras, (871 km de Salvador),  na região Oeste, estão sendo ofertas 300 vagas para as oficinas: Trilhas do Cerrado, Cosmoplaytion, Descomplicando a Física, Fotogr@fe, Play again, CardBoard, ProgramaAí, HQ, Empreenda! e SOCiência. As inscrições ficam abertas até o preenchimento das 300 vagas oferecidas. Os estudantes devem se dirigir ao Centro Juvenil para fazer a confirmação da inscrição, portando carteira de identidade (RG), CPF, comprovante residência e comprovante de matrícula. As atividades serão iniciadas no dia 6 de março. O Centro Juvenil de Barreiras está localizado no Bairro Sandra Regina.
Veja as oficinas oferecidas em Barreiras:
- Trilhas do Cerrado: Aula do campo em regiões do Cerrado.
- Cosmoplaytion: Projeção do espaço em tempo real (Stelarium).
- Descomplicando a Física: Atividades com experimentos (suporte para a Feira de Ciências).
- Fotogr@fe: Oficina voltada para o ensino de técnicas fotográficas.
- Play again: Criação de jogos educativos para o desenvolvimento das habilidades do trabalho em equipe, voltados para o raciocínio lógico e a inteligência emocional.
- CardBoard: Criação do protótipo de um óculos que permite a visualização e a interação com a realidade virtual (3D).
- ProgramaAí: Criação de programas de computador utilizando-se da linguagem de programação em diferentes interfaces.
- HQ: Atividades voltadas para as Histórias em Quadrinhos e o seu contexto histórico. Produção de quadrinhos por meio de software.
- Empreenda! – Atividades voltadas para o Empreendedorismo, Marketing, Gestão de Negócios e Sustentabilidade.
- SOCiência: Atividades voltadas para a cultura afrobrasileira contextualizando conhecimentos sociais, históricos e científicos.
Centro Juvenil de Ciência e Cultura
Os Centros Juvenis de Ciência e Cultura são espaços dedicados à Educação complementar, ao lazer criativo, à interação social, ao conhecimento tecnológico, à Ciência e a tantas outras formas de saber que ultrapassam o conhecimento convenciona. Os centros estão distribuídos por todo o Estado, nas cidades de Vitória da Conquista, Itabuna, Barreiras, Senhor do Bonfim, além de Salvador. Os cursos e oficinas oferecidos acontecem no turno oposto aos quais os estudantes estão matriculados.

Secretaria da Educação abre novo processo seletivo para professores

professor concurso

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia lançou, nesta quinta-feira (23), editais para o Processo Seletivo Simplificado visando a contratação por meio do Regime Especial de Direito Administrativo (REDA), para 2.483 professores da Educação Básica, Educação Básica no Campo e mais 215 vagas para professor Indígena. O processo seletivo também envolve 961 vagas para a função de técnico de nível médio/mediador para o Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (EMITEC). As inscrições serão realizadas de 1º a 13 de março, exclusivamente via Internet.
A seleção acontecerá em uma única etapa, com a prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, aplicada para as funções de professor da Educação Básica, Básica no Campo e Professor Indígena para a Educação Indígena. A abrangência da seleção englobará 415 municípios componentes dos Núcleos Territorias de Educação (NTE). A aplicação da prova objetiva acontecerá em Salvador, Alagoinhas, Amargosa, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Caetité, Eunápolis, Feira de Santana, Ipirá, Irecê, Itaberaba, Itabuna, Itapetinga, Jacobina, Jequié, Juazeiro, Macaúbas, Paulo Afonso, Ribeira do Pombal, Santa Maria da Vitoria, Santo Antônio de Jesus, Seabra, Senhor do Bonfim, Serrinha, Teixeira de Freitas, Valença e Vitoria da Conquista.
No caso do técnico de nível médio/mediador para o EMITEC, a seleção englobará 109 municípios e as provas serão aplicadas em Salvador e Alagoinhas, Amargosa, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Caetité, Eunápolis, Feira de Santana, Ibotirama, Ilhéus, Ipirá, Irecê, Itaberaba, Itabuna, Itapetinga, Jacobina, Jequié, Juazeiro, Macaúbas, Paulo Afonso, Porto Seguro, Ribeira do Pombal, Santa Maria da Vitoria, Santo Antônio de Jesus, Seabra, Senhor do Bonfim, Serrinha, Teixeira de Freitas, Valença e Vitoria da Conquista.
Inscrições abertas
Também acontecem, até o dia 03 de março, as inscrições para 519 vagas destinadas a professores da Educação Profissional e Tecnológica e  211 vagas iniciais para professor substituto da Educação Básica, conforme editais publicados no dia 11 de fevereiro. A seleção engloba, ainda, 157 vagas para preceptor de estágio de Enfermagem das unidades da Educação Profissional e Tecnológica da rede estadual e mais 655 vagas da Educação Especial, destinadas a Técnicos de Atendimento Educacional Especializado, Tradutor/Intérprete de Libras, Cuidador Educacional, Braillista e Instrutor de Libras.

Secretaria lança coletânea que orienta sobre práticas sustentáveis

escolas-sustentaveis 1

A Secretaria da Educação da Bahia está disponibilizando na Internet a coletânea “Escolas Sustentáveis: quais os caminhos?”. A publicação contém 27 projetos desenvolvidos por estudantes e professores da rede estadual, que foram apresentados na IV Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente. O objetivo é mostrar possíveis intervenções na escola para a promoção da consciência socioambiental dos estudantes e para o desenvolvimento de ações sustentáveis.
Inspirados nos elementos terra, fogo, água e ar, os projetos apresentados na coletânea tratam de questões como reciclagem de papel no ambiente escolar, elaboração de hortas e jardins, reaproveitamento de material que seria descartado e jogado no lixo, Agroecologia e qualidade do ar. Muitos projetos também abordam a relação da escola com os recursos hídricos, tratando de temáticas como a reutilização da água da chuva e do reflorestamento.
O coordenador de Educação Ambiental e Saúde, Fabio Barbosa, da Secretaria da Educação do Estado, fala sobre a importância da iniciativa. “Esta publicação representa o registro e o coroamento de todo um processo de mobilização, de sensibilização, de trabalho das instituições e parceiros envolvidos, mas principalmente, do apoio e do entusiasmo de professores e estudantes, que realizaram as conferências em mais de 1728 escolas das redes estaduais, municipais e privadas, colocando a Bahia no segundo lugar em participação no âmbito nacional”, comentou.
Fabio Barbosa destacou, ainda, que a utilização da obra, de forma multidisciplinar, pode servir de suporte pedagógico e subsídio para a implantação de ações sustentáveis nas escolas. “Além dos professores incentivarem os estudantes nesta área, o lançamento da publicação também pode motivar a participação dos alunos para a V Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente, com previsão de realização para esse ano”, enfatizou.

Secretaria apresenta plano de trabalho para diretores dos 27 NTE

NTE cursos para dirigentes

O secretário da Educação da Bahia, Walter Pinheiro, realizou encontro, nesta segunda-feira (20), com os diretores dos 27 Núcleos Territoriais de Educação (NTE). A reunião, que aconteceu na sede do órgão, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), apresentou o plano de trabalho para os anos de 2017-18, com enfoque no fortalecimento do coordenador pedagógico nas unidades, assim como, as novidades e parcerias que irão auxiliar a educação em toda a rede estadual.

Para o secretário, os núcleos têm que contribuir na reformulação da educação, partindo de uma gestão que respeite o conceito territorial. Pinheiro pautou como principal desafio da Educação o desenvolvimento do eixo pedagógico e disse que a secretaria está trabalhando para que todas as escolas passem a contar com uma coordenação pedagógica. “Pedagogia não é uma agenda. Toda escola com coordenação pedagógica é o desafio pautado para toda a Secretaria da Educação, que se coloca como ferramenta, como apoio”, afirmou.
Pinheiro ainda falou sobre como secretaria pretende aumentar a aproximação com os Núcleos. “Estamos criando a Coordenação de Núcleos Territoriais com a função de ampliar essa relação, dando todas as condições para realizarmos um trabalho focado nos aspectos específicos de cada território”. Outra iniciativa destacada é a reestruturação do Instituto Anísio Teixeira, que passará a atuar na formação de professores de forma territorial, em parceria com as universidades públicas estaduais e federais na Bahia, além dos institutos federais.
A diretora Solange Sampaio, do Núcleo Territorial de Educação do Litoral Sul (NTE 5), falou sobre a importância do encontro. “Essa reunião foi fundamental pois apresenta as ações da secretaria para efetivar as atuações dos Núcleos em suas regiões. Ficamos muito satisfeitos pela criação da coordenação, pois é algo que já vínhamos sinalizando essa necessidade e nesse momento é anunciado essa aproximação tão esperada”, enfatizou.
Já para o diretor Ricardo Moraes, do Núcleo Territorial de Educação do Sudoeste Baiano (NTE 20), o momento “foi essencial pois mostra o perfil desta gestão que dá um novo redimensionamento no sentimento da escola, resgatando o perfil pedagógico e o papel da escola”, pontuou.
Projetos
O secretário também apresentou novos projetos que serão desenvolvidos na rede estadual, como o projeto Inove Educação, desenvolvido em parceria com o Google para a disponibilização gratuita da plataforma Google Apps para Educação.  O aplicativo Google Sala de Aula disponibiliza um Ambiente Virtual de Aprendizagem de última geração, dinamizando os processos de ensino e aprendizagem e configurando uma rede social de conhecimentos que integra estudantes e professores.
Pinheiro ainda citou a implantação de novos Centros Juvenis de Ciência e Cultura, hoje presentes em cinco municípios; das Escolas Culturais, que disponibilizarão cursos e ferramentas para fomentar a produção audiovisual, além de salas de exibição; dos Escritórios Criativos, para fomentar o empreendedorismo; o desafio de conectar todas as escolas através da banda larga; além da realização do Virtual Educa 2018, na Bahia.
O secretário informou que serão investidos mais de R$ 90 milhões para assegurar a recuperação e a manutenção de escolas, além de novos investimentos em mobiliário, bibliotecas, material didático e de R$ 32 milhões na aquisição de gêneros alimentícios da Agricultura Familiar.

Veja lista de professores selecionados para Centro Juvenil de Vitória da Conquista

professores

A Secretaria de Educação do Estado da Bahia divulgou, nesta segunda-feira (20/2), o resultado da segunda etapa da chamada pública de professores para atuar no Centro Juvenil de Ciência e Cultura (CJCC) Vitória da Conquista. A seleção dos docentes foi realizada em duas etapas, análise de currículo e entrevista.
Núcleo Ciências da Natureza:
- Primeiro Lugar: Karine Brandão Nunes
- Segundo lugar: Laura Cristina Assis
Núcleo Humanidades: 
- Primeiro Lugar: Karla Dias de Lima
- Segundo Lugar: Eraldo Araújo Sampaio Filho
- Terceiro Lugar: Edileusa Santos Oliveira
Núcleo Matemática e Expressão Quantitativa: 
- Primeiro Lugar: Adriana Santos Souza
- Segundo Lugar: Nicéia Figueiredo Melo

Estudantes ganham bolsas de iniciação científica do CNPQ

cnpq

Dez estudantes da rede estadual do município de Juazeiro, localizado no Território de Identidade Sertão do São Francisco, ganharam bolsa de pesquisa do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) – ação do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ), realizada em parceria com a Universidade do Vale do São Francisco (UNIVASF). Os alunos foram selecionados graças à relevância social dos projetos de pesquisas desenvolvidos em sala de aula durante o ano letivo 2016, no âmbito do Ciência na Escola, projeto estruturante da Secretaria da Educação do Estado da Bahia.
As experimentações científicas terão continuidade a partir do mês de março, quando os bolsistas passarão a frequentar a UNIVASF no turno oposto à aula regular. Em contrapartida, os professores da universidade frequentarão às escolas desses estudantes, através dos Clubes de Ciências de cada unidade envolvida, com o objetivo de contribuir com o processo de ensino e aprendizagem.
“A proposta é que se estabeleça uma relação intrínseca entre a realidade dos estudantes e o conhecimento produzido na universidade. Essa experiência de iniciação científica alcançará, efetivamente, os bolsistas, mas será disseminada por toda a escola por eles, que irão compartilhar as ações desenvolvidas com os colegas e com a comunidade do entorno, por meio de palestras, oficinas, cineclube e outras atividades”, destaca a professora formadora do Ciência na Escola, em Juazeiro, Vanessa Chaves.
Os estudantes foram selecionados por especialistas da UNIVASF durante a I Mostra de Iniciação Científica do Sertão do São Francisco, realizada em setembro de 2016, envolvendo estudantes das escolas estaduais da área do Núcleo Regional de Educação 10 (NRE 10). Além de trabalhos na área de Ciências Humanas, os estudantes apresentaram projetos nas áreas de Ciências Exatas e da Natureza.
Um dos projetos contemplados com a bolsa foi o das estudantes Queiliane dos Santos Silva e Iariel Santos, 17 anos, 3º ano, do Colégio Democrático Estadual Professora Florentina Alves dos Santos, no município baiano de Juazeiro. Intitulado ‘Visão Além do Alcance’, o projeto ficou em primeiro lugar na área de Ciências Humanas. Trata-se de um quadro de múltiplos sentidos, destinado para a percepção tátil e olfativa das pessoas com deficiência visual.
“Através de diferentes texturas, como tecido, tinta, massa corrida e espuma, construímos uma flor com essência de rosas, por meio da qual elas podem perceber do que se trata, através do tato e do olfato. Por detrás do objeto, tem um dispositivo de áudio com a minha voz narrando as suas características”, detalha a estudante Queiliane Silva. Ela está entusiasmada com a continuação da pesquisa na universidade. “Estou muito feliz por ter ganhado uma bolsa de estudos, porque sou apaixonada por pesquisas. Esta conquista, com certeza, irá me proporcionar novos conhecimentos”, comemora.

 

Alunos do Colégio Eurides Santana falam sobre crise hídrica na Câmara de Vereadores de Poções

eurides camara

 

Alunos do Colégio Estadual Eurides Santana no município de Poções, apresentaram na Câmara de Vereadores, um trabalho desenvolvido por eles sobre a crise hídrica. O projeto entitulado “As nascentes do Rio das Mulheres, Cuidar para não Morrer”, foi representado pela aluna Bruna Palmeira. O  grupo é formado por sete alunos do segundo ano do Ensino Médio (Ana Paula do Carmo Palmeira, Brizza Mota Correia, Bruna Palmeira Santos, Gabriela Palmeira Silva, Gabriela Silva Magalhães, Jaqueline de Bito Dias  e  Rayssa Rocha Carvalho Santos).  Cientes da crise hídrica e da longa estiagem que assola o país e principalmente a região do sudoeste e sertão da Bahia, os alunos decidiram fazer um estudo do atual estado de conservação das  nascentes que agonizam com o destrato.  Lixo plástico, garrafas e principalmente o desmatamento descontrolado pela ganância do homem e a falta de consciência de inescrupulosos fazendeiros e agricultores que sugam cada gota de vida, envenenando o solo com agrotóxico que rolam riacho abaixo, são as principais causas da má conservação ambiental e da crise hídrica.   A falta de chuvas  também é um dos  fatores que contribui para a falta d´água. A segunda, vem acompanhado de uma camuflada fonte esgotável, que são as nascentes, com um papel de maior importância que é o de fazer continuamente a  reposição da água da  barragem de Morrinhos, que abastece Poções e toda a micro região. O objetivo principal é fazer palestras em escolas e órgãos públicos para sensibilizar a população urbana e conscientizar também os moradores próximos às nascentes da necessidade de conservar e de imediato revitalizar toda a área devastada a montante, para   médio prazo evitar-se  uma crise hídrica mais acentuada, disse Bruna.  A aluna foi bastante aplaudida pelos vereadores após finalizar o discurso.

Fonte:   Site tvpovo.com.br

Escolas podem aderir aos projetos de Saúde e Educação Ambiental

projetos saude e educação

As escolas estaduais já podem fazer a adesão aos projetos estruturantes ‘Juventude em Ação’ (JA) e ‘Saúde nas Escolas: Promovendo a Educação para a Saúde e a Qualidade de Vida’, desenvolvidos pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia. Para participar, os gestores devem preencher os formulários disponíveis nos links acima. O processo de inscrição virtual é simples e poderá ser feito até o dia 28 de abril.
Ao aderir aos projetos, a comunidade escolar está apta a realizar as atividades propostas, todas voltadas à Educação Ambiental e à promoção da saúde e prevenção de doenças e situações de agravo, visando uma integração entre escola e a comunidade local. “Através dos projetos, são realizadas ações de mobilização, articulação e organização da comunidade escolar, promovendo, em particular, o protagonismo estudantil, conforme orientação do Programa Educar para Transformar, em consonância com as políticas públicas de Educação e Saúde”, ressalta o coordenador da Educação Ambiental da Secretaria da Educação, Fábio Barbosa.
Em 2016, primeiro ano do projeto Saúde na Escola, 462 unidades escolares localizadas em 214 municípios presentes nos 27 territórios de Identidade aderiram à proposta, atendendo um total de 288.492 estudantes. A proposta do Saúde na Escola é promover a aproximação da unidade escolar com a unidade básica de Saúde do município envolvido e a comunidade local. Na primeira etapa, os estudantes fazem um diagnóstico junto aos moradores para verificar quais as doenças que acometem a população e, a partir daí, partem para o plano de ação, visando conscientizá-la para a prevenção e o combate daquelas patologias.
Entre as ações interdisciplinares, destaque para o combate ao mosquito Aedes aegypti. Palestras, caminhadas de conscientização, visita às casas dos moradores locais, e distribuição de materiais educativos e informativos, entre outras atividades, foram desenvolvidas ao longo do ano letivo. Outra ação do Saúde na Escola foi a terceira edição do Concurso de Vídeos Educativos Saúde na Escola, realizado para promover a reflexão sobre a temática entre os estudantes e professores. Ao final do concurso, realizado em abril do ano passado, foram selecionados seis vídeos, sobre os temas: prevenção às DST/AIDS; prevenção e controle da Dengue, Chikungunya e Zika Vírus; prevenção ao uso de álcool, tabaco e outras drogas; promoção à cultura da paz; promoção à alimentação saudável; e promoção à saúde ambiental e ao desenvolvimento sustentável.
Protagonismo estudantil
O Juventude em Ação, por sua vez, visa promover a formação de Comissões de Meio Ambiente e Qualidade de Vida (COM-VIDA) para a elaboração da Agenda 21 nas comunidades escolares da rede estadual, com base em valores voltados à sustentabilidade ambiental. Em 2016, 772 escolas da rede aderiram ao projeto, envolvendo 487.721 mil estudantes de 327 municípios baianos.
Dentro do Juventude de Ação, uma série de projetos foram desenvolvidos pelas escolas da rede estadual. No Centro Educacional Monteiro Lobato, no município de Firmino Alves, no Sul Baiano, por exemplo, os estudantes desenvolveram o projeto Ambiente escolar: somente suas mãos para preservar, através do qual promoveram ações de conscientização de práticas saudáveis e sustentáveis, dentro e fora da escola, para a conservação do meio ambiente.
Economia dos recursos naturais através do armazenamento da água da chuva; implementação de alimentos orgânicos na alimentação escolar; valorização dos espaços ociosos com práticas de jardinagem; redução da quantidade de lixo com o reaproveitamento de embalagens e resíduos orgânicos na produção de adubos foram alguns resultados alcançados. “Na minha casa, mudamos de atitudes depois que conheci as práticas da implementação da horta escolar. Hoje, junto com meu pai, aproveito todos os espaços do nosso quintal para o plantio de hortaliças”, conta o estudante Emerson Silva, 2º ano, do Centro Educacional Monteiro Lobato.

Estudantes são selecionados para feira de Ciência e Engenharia

aedes cura

Seis projetos desenvolvidos por estudantes da rede estadual de ensino serão apresentados na 15ª edição da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (FEBRACE), durante os dias 20 e 27 de março de 2017, na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP). Os projetos, selecionados pela relevância e alcance social, foram desenvolvidos em sala de aula, no âmbito do Projeto Ciência na Escola, da Secretaria da Educação do Estado da Bahia.

A FEBRACE é considerada a maior feira de Ciências e Engenharia do país e tem o objetivo de incentivar ideias inovadoras e de relevância social produzidas por jovens cientistas da Educação Básica. Entre os projetos da rede estadual de ensino classificados para a FEBRACE 2017, está “Toxicidade de plantas medicinais em larvas do mosquito Aedes Aegypti”, das estudantes Cristiana Aparecida Couto e Noemy de Souza Queiroz, do Colégio Estadual Geovania Nogueira Nunes, no município de Itatim (235 km de Salvador).
“Participar da FEBRACE 2017 é muito gratificante, porque vamos poder apresentar o nosso trabalho em uma feira muito importante e representar nosso Estado nacionalmente. Além disso, poderemos conhecer projetos de jovens cientistas de todo o Brasil”, declara Cristiana Couto, 16 anos. Já a professora e orientadora Karine Najla destaca a importância do trabalho. “Foi uma descoberta muito importante para as estudantes e uma esperança para o extermínio desse mosquito que tem causado tanto transtorno para a população da nossa cidade”, afirma.
Outra inovação desenvolvida pelos estudantes classificados para a FEBRACE foi o “Voice Amplifier: Amplificador de voz de baixo custo, para professores da rede pública de ensino”, das alunas Ilana Macêdo de Jesus e Laíce Araújo Lopes, do Colégio Estadual Cesar Borges, em Valente, localizado no Nordeste Baiano (a 265 km de Salvador). A ideia foi produzir, a partir de sucatas de diversos aparelhos eletrônicos, um sistema de transmissão da voz.
“Fiquei contente com a classificação para uma feira com a dimensão da FEBRACE 2017. Já estudamos formas de melhorar o projeto para apresentar o modelo melhorado na feira e na sala de aula. Também quero aproveitar esta oportunidade para visitar estandes, bem como saber o que os estudantes de outros estados estão criando e inovando”, conta Ilana Macedo de Jesus, 16 anos.
Ações
O Projeto Ciência na Escola, além de promover atividades durante todo o ano nas escolas da rede estadual, realiza a Feira de Empreendedorismo, Ciência e Inovação da Bahia (FECIBA). Na 6ª edição, que contará com 160 projetos, a novidade é que serão apresentadas temáticas de inovação e tecnologia, graças à inserção de projetos de intervenção social, de baixo custo e que beneficiam a sociedade. A feira visa promover o protagonismo de estudantes dos Ensinos Fundamental e Médio da rede estadual, dinamizando o ambiente escolar a partir do estudo das Ciências em sala de aula.
Confira a lista dos projetos selecionados para a FEBRACE 2017:
- “A propriedade larvicida do óleo essencial da erva cidreira brasileira” – Colégio Estadual Rolando Laranjeira Barbosa – Santa Maria da Vitória. Estudantes: Julia Ataide Fagundes e Sandy Evans Miranda Marques. Orientadora: Sílvia Oliveira de Araújo Silva.
- “Análise físico-química e sensorial da farinha de aipo: uma nova alternativa alimentar para os celíacos” – Centro Estadual de Educação Profissional em Gestão e Tecnologia da Informação Álvaro Melo Vieira – Ilhéus. Estudantes: Ailana Kely Farias de Souza e Rayanne Benevides Santos. Orientadora: Margarete Correia de Araújo e coorientadora: Maria Iracy Franca Lacerda Sousa.
- “Biomassa de banana verde como fonte alternativa de alimentação – II Fase” -Centro Territorial de Educação Profissional da Bacia do Rio Grande – Barreiras. Estudante: Tailan Silva de Melo. Orientadora: Luíza Idiane de Sousa Dias e coorientador: Rodrigo Arlindo Porto Wanderley Moreno.
- “O uso de agrotóxicos na agricultura familiar miguelense: uma relação entre PBIC e escola” – Colégio Estadual Aldemiro Vilas Boas – São Miguel das Matas. Estudantes: Cristiana Aparecida Nogueira Couto e Noemy de Souza Queiroz. Orientadora: Karine Najla Souza de Jesus.
- “Toxicidade de plantas medicinais em larvas do mosquito Aedes Aegypti” – Colégio Estadual Geovania Nogueira Nunes – Itatim. Estudantes: Ilana Macêdo de Jesus e Laíce Araújo Lopes. Orientadora: Cristiane Maria de Freitas Ribeiro  e coorientador: Glaibson Santos Oliveira.
- “Voice Amplifier: Amplificador de voz de baixo custo, para professor da rede pública de ensino” – Colégio Estadual César Borges – Valente. Estudantes: Jade Aisline Sousa dos Santos e Leandro Andrade Santos. Orientador: Alaércio Moura Peixoto de Jesus e coorientador: Floricéa Magalhães Araújo.

Inscrições para processo seletivo da Educação começam hoje

professores (1)

Começam nesta sexta-feira (17/2) as inscrições para o Processo Seletivo Simplificado visando a contratação por meio do Regime Especial de Direito Administrativo (REDA), para as funções de professores e profissionais da Educação de nível médio e superior.
São 519 vagas para professores da Educação Profissional e Tecnológica e 211 vagas iniciais para professor substituto da Educação Básica, sendo que durante o ano letivo o número de convocados poderá chegar até 2.243.

Clique aqui para ler os editais e fazer a sua inscrição

A seleção engloba, ainda, 157 vagas para preceptor de estágio de Enfermagem das unidades da Educação Profissional e Tecnológica da rede estadual e mais 655 vagas da Educação Especial, destinadas a Técnicos de Atendimento Educacional Especializado, Tradutor/Intérprete de Libras, Cuidador Educacional, Braillista e Instrutor de Libras.